Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-01-20T18:13:52-03:00
Estadão Conteúdo
DE OLHO NOS FUNDOS

Patrimônio dos fundos cresce 15,27% e vai a R$ 5 trilhões, diz Economatica

Em dólares, a indústria de fundos se mantém acima de US$ 1 trilhão desde dezembro de 2016.

20 de janeiro de 2020
18:13
Touros e Ursos CAPA Dinheiro
Imagem: Shutterstock

A indústria de fundos do Brasil fechou o ano de 2019 com R$ 5,02 trilhões em patrimônio, aumento de 15,27% com relação ao mês de dezembro de 2018, atingindo novo marco histórico, de acordo com levantamento da Economatica. Desse total, 10,14% foram alocadas em renda variável, o maior patamar desde março de 2013.

Em dólares, a indústria de fundos se mantém acima de US$ 1 trilhão desde dezembro de 2016. O estudo da Economatica também comparou a indústria de fundos com o valor de mercado de todas as empresas listadas na B3, que em dezembro era de R$ 4,5 trilhões, ou seja, menor que o setor de fundos.

Até agosto de 2014, o tamanho dos dois mercados era muito próximo, com o setor de fundos começando a superar a Bolsa desde então.

A grande maioria dos recursos do setor de fundos está alocada em renda fixa: debêntures, depósitos a prazo de bancos, operações compromissadas e títulos públicos representavam, no mês de dezembro de 2019, 74,3% do total do patrimônio da indústria, segundo a Economatica.

Os ativos de renda variável (ações, posições doadas, BDR's, Unit's e posições short) representavam 10,1% do patrimônio. O pior momento para a renda variável no setor de fundos aconteceu em fevereiro de 2016, com somente 4,35% do patrimônio. O melhor foi em março de 2013, com 10,3%.

Dentro da renda fixa, a alocação em títulos públicos no mês de dezembro de 2019 era de 44,4% do patrimônio da indústria de fundos.

O maior porcentual foi registrado em março de 2018, com 46,25%, de acordo com o estudo. Nas debêntures, a fatia era de 3,9% do patrimônio em dezembro.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Bolsa tem dia de alta mesmo com PIB negativo, os dividendos bilionários da Braskem e o futuro do Nubank; confira os principais destaques do dia

Depois de semanas de especulação e temores de que o Senado fosse ser uma grande pedra no sapato para a PEC dos precatórios, o texto foi finalmente aprovado em dois turnos na Casa e seguirá novamente para apreciação da Câmara dos Deputados, já que as mudanças feitas pelos senadores precisam ser avaliadas. Eram necessários 49 […]

Mercados Hoje

Ibovespa pega carona com aprovação da PEC dos precatórios e commodities para subir mais de 3%; juros futuros caem com PIB negativo

O Ibovespa aproveitou a melhora do quadro fiscal para buscar recuperação das quedas recentes, deixando em segundo plano o PIB negativo do terceiro trimestre

PAPAI NOEL NA B3

CPFL Energia (CPFE3) pagará R$ 1,5 bilhão em dividendos antes do Natal; parte da grana ainda pode ser sua

Parte do valor corresponde à última fatia dos R$ 1,7 bilhões em proventos anunciados em agosto e divididos em três parcelas

Reconhecida no exterior

Luiza Trajano é a única brasileira entre as 25 mulheres mais influentes de 2021

Luiza é apontada como uma das empresárias e líderes sociais mais notáveis do país, além de inspiração para empreendedores de todos os lugares

VÍDEO

O metaverso numa casca de noz: os analistas do Seleção Empiricus mostram como investir nas tendências do futuro

Confuso com o metaverso? Pois saiba que é possível ganhar dinheiro com ele hoje — e os analistas do Seleção Empiricus mostram como

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies