Menu
2020-03-06T14:51:09-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
resultados das conversas

Opep+ não chega a acordo sobre oferta diante do coronavírus

comunicado da Opep diz que os países continuarão a fazer consultas para estabilizar o mercado. O texto não informa, contudo, nenhuma data para uma nova reunião do grupo

6 de março de 2020
14:50 - atualizado às 14:51
Plataforma de petróleo
Bacia - Imagem: Fábio Motta/Estadão Conteúdo

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) não chegaram a um acordo sobre como equilibrar a oferta global da commodity, diante do grave efeito do coronavírus para a demanda.

A Arábia Saudita não conseguiu persuadir a Rússia a se unir ao plano de cortes maior na produção, em reunião do grupo nesta sexta-feira em Viena, o que pode ser um sinal do fim da colaboração de quatro anos entre a Opep e dez aliados, entre estes a Rússia.

"Hoje é um dia a se lamentar", disse o ministro de Energia saudita, Abdulaziz bin Salman, na reunião, segundo fontes presentes. Já o secretário-geral da Opep, Mohammed Barkindo, afirmou a repórteres após o encontro que houve uma decisão para se manter conversas informais, inclusive ainda hoje, para tentar se chegar a um acordo.

Barkindo informou que há um consenso na Opep sobre um corte de 1,5 milhão de barris por dia (bpd) na produção de petróleo, que valeria a partir do segundo trimestre.

Ele disse que a Rússia está comprometida com uma declaração de cooperação entre as partes antes assinada "e quer mantê-la" e que autoridades do país agora farão consultas com companhias produtoras. "Estamos confiantes de que eles voltarão a bordo", disse.

"Não vamos tomar decisões unilaterais", afirmou ainda, ao ser questionado sobre uma eventual decisão da Opep se Moscou desistir da iniciativa.

Barkindo afirmou que não é possível saber o quanto o coronavírus afetará o mercado, nem por quanto tempo. "Nós avaliamos se podemos estender o acordo [atualmente em vigor, até março] de corte na oferta até o fim do ano, em patamar maior", comentou.

O comunicado da Opep diz que os países continuarão a fazer consultas para estabilizar o mercado. O texto não informa, contudo, nenhuma data para uma nova reunião do grupo.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

entrevista pós-balanço

Risco de interferência política no Banco do Brasil é zero, diz novo CEO da instituição

Para o executivo, seria “forçar a barra” dizer que não haverá redução do número de agências em 2021; segundo ele, banco requer gestão técnica

Mercados hoje

Dados de emprego nos EUA surpreendem e bolsa opera em alta enquanto dólar cai

O payroll era o dado mais esperado do dia no exterior. Isso fez as bolsas europeias inverterem o sinal, os futuros do petróleo Brent caírem quase 1,0% e com certeza terá reflexos nos negócios ao longo do dia

O melhor do Seu Dinheiro

Lições de investimentos do Professor Polvo, balanços e outros destaques do dia

O cineasta Craig Foster teve uma ideia inusitada. Mergulhar todos os dias para acompanhar a vida de um polvo em uma floresta aquática de algas no litoral da África do Sul. Você pode conferir o resultado dessa aproximação que rendeu uma comovente “amizade” no documentário Professor Polvo, o vencedor do Oscar deste ano, que está disponível […]

Payroll

Payroll indica emprego mais fraco que o esperado nos EUA e reduz pressão por alta de juros

O relatório de emprego (payroll) mostrou a geração de 266 mil novos postos de trabalho em abril, bem abaixo da expectativa de 1 milhão do mercado

NA CARA DO GOL

Ibovespa tem nova chance de voltar aos 120 mil pontos; será que agora vai?

Enquanto agenda de balanços perde força, investidores voltam suas atenções para o payroll, o IGP-DI e as vendas no varejo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies