Menu
2020-11-19T18:52:49-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
MELHORANDO

Monitor da FGV sobre PIB aponta alta de 7,5% no 3º trimestre

Crescimento reverte em parte perdas do segundo trimestre, mas não é suficiente para recuperar o nível de atividade econômica

19 de novembro de 2020
12:49 - atualizado às 18:52
Touros e Ursos CAPA – PIB
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

A economia brasileira deve apresentar retomada no terceiro trimestre, depois de sentir duramente os efeitos da pandemia de covid-19. Mas o estrago provocado pelo novo coronavírus ainda não será totalmente superado.

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 7,5% no terceiro trimestre em relação ao segundo trimestre deste ano, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV).

Na comparação com setembro de 2019, a economia teve redução de 2,3% em setembro de 2020. E em relação ao terceiro trimestre de 2019, o PIB encolheu 4,4% no terceiro trimestre deste ano.

O resultado está de certa forma alinhado ao que o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), mostrou na sexta-feira passada (13), ainda que um pouco abaixo. O indicador apontou uma expansão de 9,47% no terceiro trimestre. Vale destacar que o IBC-Br é calculado de forma diferente do PIB, levando em conta variáveis consideradas bons indicadores de segmentos, enquanto o PIB é calculado somando os bens e serviços produzidos na economia.

O Monitor do PIB da FGV antecipa a tendência do principal índice da economia a partir das mesmas fontes de dados e metodologia empregadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), responsável pelo cálculo do PIB.

Evoluindo, mas falta

Para Claudio Considera, coordenador do Monitor do PIB-FGV, o crescimento da economia brasileira no terceiro trimestre reverte, em parte, a forte retração de 9,7% registrada no segundo trimestre, quando o País sentiu a chegada da pandemia de covid-19 ao Brasil.

“No entanto, este crescimento não é suficiente para recuperar o nível de atividade econômica que ainda se encontra 5,0% abaixo do observado no quarto trimestre do ano passado", avaliou.

Na passagem do segundo para o terceiro trimestre, todas as atividades apresentaram crescimento, impulsionadas pela base de comparação depreciada, com os resultados do segundo trimestre duramente afetados pela pandemia. A exceção foi a agropecuária (-0,3%), por não ter sido impactada diretamente pela pandemia.

O PIB da indústria cresceu 13,4% no terceiro trimestre ante o segundo trimestre, com desempenhos positivos em todos os componentes. Já os serviços avançaram 5,5%, também com crescimentos em todos os setores.

Segundo o coordenador do Monitor do PIB-FGV, apesar da recuperação disseminada entre as atividades econômicas, o setor de serviços ainda apresenta grande resistência à recuperação com grande influência das atividades de administração pública e de outros serviços.

“A elevada incerteza quanto ao futuro da pandemia tem inibido a recuperação mais robusta do setor de serviços, que é a atividade mais relevante da economia brasileira”, afirma Considera.

Pela ótica da demanda, houve retrações tanto nas exportações (-0,6%) quanto nas importações (-8,8%). Já o consumo das famílias cresceu 9,9% no terceiro trimestre ante o segundo trimestre, enquanto o consumo do governo aumentou apenas 0,5%. A Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF, medida dos investimentos no PIB) teve uma elevação de 16,5% no terceiro trimestre, após a queda de 16,7% registrada no segundo trimestre.

* Com informações da Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Renovação do Conselho

Comitê interno da Petrobras desaprova dois nomes indicados ao Conselho

Indicados foram considerados inaptos pelo Comitê de Pessoas por terem atuado em empresas com relação direta com a estatal nos últimos três anos

ESTRADA DO FUTURO

A equação do e-commerce: onde estamos investindo quando o assunto é varejo

O varejo é grande demais para exista um tipo de “vencedor leva tudo”. Na geração de demanda é a mesma coisa. Todos estão crescendo como derivada de uma tendência maior, que é o desenvolvimento do e-commerce

CRIPTOMOEDA

Bitcoin ultrapassa US$ 60 mil antes de abertura de capital da Coinbase Global

Criptomoeda teve alta de 4,87%, a quatro dias de IPO da maior corretora de moedas digitais dos EUA

pandemia

Mortes por Covid-19 cresceram 468% no Brasil entre janeiro e março, alerta Fiocruz

Para os novos casos, o aumento foi de 701%; Sul e Centro-Oeste tendem a cenário mais crítico nas próximas semanas.

IPCA DE MARÇO

Inflação vai a 0,93% e mercado vê risco de estourar meta

Taxa acumulada passou a 6,10% no mês passado, reforçando temor de que inflação oficial termine o ano acima do teto da meta, de 5,25%.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies