Menu
2020-03-02T14:32:17-03:00
Estadão Conteúdo
Para evitar recessão

Ministros de finanças do G-7 discutirão nesta semana resposta ao coronavírus

“Haverá uma ação coordenada” do G-7, afirmou ministro das Finanças francês, Bruno Le Maire, nesta segunda-feira

2 de março de 2020
14:32
china virus
Shanghai/China-Jan.2020 - Imagem: Shutterstock

Os ministros das Finanças dos países do G-7 terão uma teleconferência nesta semana para coordenar sua resposta ao novo coronavírus, como parte do esforço mais amplo para limitar o impacto econômico do surto, afirmou o ministro das Finanças francês, Bruno Le Maire, nesta segunda-feira, 2.

"Haverá uma ação coordenada", afirmou Le Maire à televisão francesa, acrescentando que o objetivo dos formuladores da política é garantir "que este impacto significativo no crescimento seja o mais breve possível".

Le Maire disse que falou por telefone no domingo com o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, que atualmente é presidente do G-7, e deve conversar nesta semana com a presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde.

O ministro francês disse que a discussão entre os ministros do grupo deve ocorrer por telefone "porque não devemos viajar muito". Uma reunião similar de ministros de Finanças das nações da zona do euro também é planejada, informou Le Maire.

A autoridade não quis discutir em detalhes o impacto econômico na França por causa do coronavírus, mas adiantou que ele será "muito mais significativo" que o recuo de 0,1 ponto porcentual no Produto Interno Bruto (PIB) antes projetado por Le Maire quando o surto era limitado à China.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Pesquisa da FGV

Presente mais caro: inflação do Dia das Mães é a maior dos últimos quatro anos

Levantamento da FGV mostra que a inflação no Dia das Mães é a maior desde 2017; eletrodomésticos e passagens aéreas tiveram maiores saltos

Expansão

SPX Capital assume operações do Carlyle no país

As operações do Carlyle no Brasil serão absrovidas pela SPX Capital. Com isso, a gestora de Rogério Xavier se expande em private equity

ESTRADA DO FUTURO

Um pé no abismo e outro na casca de banana: como identificar ações de empresas decadentes

Excesso de otimismo, planos mirabolantes e desprezo pela inovação estão entre as receitas para uma empresa falhar, segundo o gestor que se dedicou a descobrir empresas terríveis

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies