Menu
2020-03-15T19:31:08-03:00
2020 já era

Goldman Sachs corta previsão de crescimento do PIB dos EUA de 1,2% para 0,4%

Para o primeiro trimestre, expectativa de crescimento dos EUA é zero, com perspectiva de contração no segundo trie

15 de março de 2020
19:31
Estados Unidos
Estados Unidos - Imagem: Shutterstock

O banco Goldman Sachs voltou a cortar as previsões de crescimento dos Estados Unidos por conta dos efeitos negativos da pandemia de coronavírus na atividade econômica. Para 2020, a estimativa de avanço do Produto Interno Bruto (PIB) baixou de 1,2% para 0,4%.

Os economistas do Goldman fizeram ajustes importantes nos números trimestrais do PIB americano, prevendo que uma recuperação deve ocorrer na segunda metade do ano.

Para o primeiro trimestre, a estimativa de alta do PIB passou de 0,7% para 0%. Para o segundo período de 2020, a redução foi ainda mais forte, de 0% para contração de 5%.

Já para o terceiro trimestre a estimativa de PIB subiu de 1% para 3%. No quarto período do ano também houve melhora das previsões, de 2,2% para 4%, com o movimento de retomada devendo prosseguir em 2021, ressalta o banco em relatório neste domingo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Sextou com o Ruy

O que a avaliação do “guru” de Warren Buffett na Amazon ensina sobre investimentos

Em um mundo cada vez mais conectado e onde qualquer um consegue emitir opiniões e atingir milhões de pessoas, é crucial você mesmo se tornar capaz de decidir o que faz ou não sentido em sua carteira de investimentos

SD Premium - Ações do mês

Retomada à vista! As melhores ações para o mês de julho, segundo 16 corretoras

As empresas que se destacarem entre as três favoritas de cada corretora, não só possuem resiliência para enfrentar a crise, como também estão prontas para surfar a onda da recuperação econômica

presidente também elogiou Caixa Econômica

Não podemos continuar por muito tempo com auxílio, diz Bolsonaro

Bolsonaro também voltou a elogiar o presidente da Caixa, Pedro Guimarães pela queda de juros do cheque especial

financiamento emergencial

Junto com outros bancos públicos, BNDES vai aportar 30% da Conta-Covid

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) confirmou que vai aportar, junto com outros bancos públicos, 30% dos recursos da chamada Conta-Covid, financiamento emergencial destinado ao setor elétrico

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements