Menu
2020-06-22T16:31:18-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
de volta ao mercado

Ex-Fazenda e BNDES, Joaquim Levy será diretor do Banco Safra

O economista Joaquim Levy será diretor de Estratégia Econômica e Relações com Mercados do Banco Safra

22 de junho de 2020
16:02 - atualizado às 16:31
C3BDFBD2-B170-44D5-9A68-7968AB888FDE
Brasília- DF- Brasil- 28/04/2015- O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, fala à imprensa no STF. Levy foi ao Supremo para reunião com o ministro Marco Aurélio Mello - Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

O economista Joaquim Levy será diretor de Estratégia Econômica e Relações com Mercados do Banco Safra, de acordo com nota distribuída à imprensa.

No cargo, Levy, doutor em Economia pela Universidade de Chicago, de 59 anos, será o responsável sobre a área de macroeconomia e também de relacionamento com o mercado.

Até 2019, Levy foi presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento, de onde foi demitido após uma nomeação de um petista para um cargo no órgão.

Até há pouco, ele estava na Universidade de Stanford, onde desenvolveu pesquisas sobre tecnologias sustentáveis e transição de economias para emissões líquidas zero de carbono.

Levy também foi diretor-geral e financeiro do Banco Mundial em 2016 e ministro da Fazenda do governo Dilma Rousseff em 2015.

O currículo do economista não acaba por aí: entre 2010 e 2014, ele ocupou o cargo de estrategista-chefe e diretor superintendente da Bradesco Asset Management.

Antes disso, teve outro cargo na gestão pública: entre 2003 e 2006, Levy foi secretário do Tesouro Nacional.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Decisão cautelar

TCU proíbe governo Bolsonaro de anunciar em sites que exerçam atividades ilegais

Indícios de irregularidades na veiculação de propagandas do governo federal levaram o TCU a tomar a decisão cautelar, concedida pelo ministro Vital do Rêgo

PGR

Aras recomenda a Guedes mais transparência em gastos no combate à pandemia

A pedido de procuradores do MPF-PE, o procurador-geral da República, Augusto Aras, enviou recomendações para Guedes dar transparência aos gastos federais

Setor em destaque

Estatais de saneamento querem flexibilizar regras para contratar empréstimos

Com regras mais fáceis para a entrada do setor privado, as estatais de saneamento querem que a concessão de empréstimos ao segmento seja menos rigorosa

Preocupação ambiental

Para empresários, discurso do governo sobre desmatamento mudou

Após reunião com o vice-presidente Hamilton Mourão, empresários parecem satisfeitos quanto aos compromissos firmados pelo governo a respeito do desmatamento

O melhor do Seu Dinheiro

MAIS LIDAS: O canto da sereia

Uma matéria alertando para os riscos do day trade foi a mais lida desta semana no Seu Dinheiro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements