Menu
2019-10-28T10:48:00-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
divisão

Em racha bilionário, Alberto Safra deixa banco da família

Junto com ele, de acordo com fontes próximas à instituição, saem também o presidente do banco, Rossano Maranhão, e o vice-presidente, Eduardo Sosa

28 de outubro de 2019
10:48
safra
Imagem: Shutterstock

Alberto Safra, um dos filhos do controlador do Banco Safra, o bilionário Joseph, decidiu deixar a instituição. A informação foi dada no domingo, 27, pela colunista Sonia Racy. Junto com ele, de acordo com fontes próximas à instituição, saem também o presidente do banco, Rossano Maranhão, e o vice-presidente, Eduardo Sosa.

A saída se deu, segundo apurou o Estadão/Broadcast, pelas divergências entre Alberto, que cuidava da área de clientes corporativos do banco, e seu irmão David, responsável pela área de pessoas físicas. Essas divergências se acirraram com o lançamento da carteira digital do banco, a SafraWallet.

Apesar de o projeto ter sido desenvolvido por Alberto, conforme fontes, David defendia que o negócio deveria ficar na área de varejo.

Alberto, contudo, queria que a carteira digital ficasse no negócio corporativo, uma vez que a ideia era integrar a operação à SafraPay, braço do banco que atua com maquininhas, lançado há pouco mais de dois anos.

Montado do zero, o negócio vem crescendo no banco e já teria 3% de participação de mercado, ante 5% da rival PagSeguro e 6% da Stone, conforme dados de mercado, considerando o volume financeiro transacionado pelas marcas.

Apesar de as desavenças entre os irmãos serem conhecidas, a saída de Alberto, Maranhão e Sosa, anunciada na última sexta-feira, surpreendeu funcionários do banco. Enquanto Joseph ainda estava no dia a dia do banco, conforme fontes, ainda conseguia gerir os desentendimentos entre os filhos. Depois que se afastou, a convivência ficou mais difícil.

Em comunicado, o banco informou apenas que, "em comum acordo, Alberto Safra não mais faz parte de seu conselho. Seguirá fazendo parte do grupo. Sua saída se deve exclusivamente à sua intenção pessoal de dedicar-se a outro projeto com a família".

O grupo não informou que outro projeto seria esse. Mas o que a reportagem apurou é que deve se tratar da criação de um banco digital, que também será montado do zero. Maranhão e Sosa fariam parte desse projeto.

*Com informações do jornal O Estado de S. Paulo e Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Segredos da bolsa

Com PIB brasileiro em foco, investidores monitoram juros futuros americanos e tensão em Brasília

O grande evento da semana é a divulgação dos números do Produto Interno Bruto brasileiro no ano passado, mas os investidores também monitoram o clima político em Brasília e os sinais de “superaquecimento” da economia americana

Novos tempos

Alvo de Bolsonaro, home office avança no setor público

Bolsonaro usou trabalho remoto para atacar presidente da Petrobras

Mais uma na área

FDA autoriza uso emergencial de vacina de dose única nos EUA

Imunizante é produzido pela Johnson & Johnson

Contra a pandemia

Matéria-prima para produção de 12 milhões de doses de vacina chega ao Rio

Total de efetivamente imunizados não chega a 1% da população brasileira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies