Menu
2020-05-07T10:05:20-03:00
Estadão Conteúdo
mercado de trabalho

Cortes de empregos anunciados nos EUA saltam a recorde de 671 mil em abril

Número recorde de uma série histórica iniciada em janeiro de 1993 evidencia o impacto da pandemia de coronavírus no mercado de trabalho americano

7 de maio de 2020
10:05
Estados Unidos
Estados Unidos - Imagem: Shutterstock

Os anúncios de cortes de postos de trabalho por empregadores nos Estados Unidos saltaram de 222.288 em março para 671.129 em abril, número recorde de uma série histórica iniciada em janeiro de 1993 que evidencia o impacto da pandemia de coronavírus no mercado de trabalho americano, segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira pela Challenger, Gray & Christmas.

Do total, 633.082 cortes têm relação com a covid-19, como é conhecida a doença causada pelo vírus.

No primeiro quadrimestre de 2020, os cortes anunciados somaram 1.017.812, alta de 342% em relação ao mesmo período do ano passado.

Os cortes não consideram licenças temporárias.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

mundo em alerta

Brasil não deve ter segunda onda, mas governo tem instrumentos para enfrentá-la, diz Guedes

Ministro considerou que a única solução para a covid-19 é a vacina e alertou para a necessidade de avançar em reformas para que o governo tenha mais fôlego

segunda onda

‘Não consigo entender medida como essa’, diz Bolsonaro sobre lockdown na França

Governo francês anunciou novo confinamento nacional para conter o aumento de casos de covid-19 a partir desta sexta-feira

BALANÇO

Petrobras: Quatro temas da teleconferência de resultados do 3º trimestre

Resultado veio melhor que o esperado pela maioria dos analistas, apesar do prejuízo de R$ 1,5 bilhão no período

Diante da crise

BCE mantém política monetária, mas promete ‘recalibrar instrumentos’

As principais taxas de juros do BCE, a de refinanciamento e a de depósitos, permaneceram em 0% e -0,50%, respectivamente.

tensão em Brasília

Depois de receber ligação de Campos Neto, Maia diz confiar no presidente do BC

A conversa entre as duas autoridades ocorreu no dia de decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central que manteve a taxa Selic em 2% ao ano.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies