Menu
2020-02-27T18:01:22-03:00
Enchentes

Chuvas de fevereiro dão prejuízo de R$ 203 milhões ao comércio do sudeste, diz CNC

Mais da metade do rombo foi concentrado no Estado de São Paulo

27 de fevereiro de 2020
18:01
enchente
Imagem: Tiago Queiroz/Estadão Conteúdo

Os temporais que alagaram as ruas de diferentes cidades do Sudeste em fevereiro provocaram um prejuízo de R$ 203 milhões para o varejo na região, segundo um estudo produzido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Mais da metade do rombo foi concentrado no Estado de São Paulo, onde a perda de mercadorias, a ausência de consumidores e o fechamento de estabelecimentos inviabilizaram R$ 122,9 milhões em vendas.

As tempestades provocaram ainda uma perda de R$ 46,4 milhões no comércio do Rio de Janeiro. Em Minas Gerais, o varejo local deixou de faturar R$ 34,2 milhões.

De acordo com a CNC, as chuvas fortes afetam o comércio por prejudicarem tanto o acesso dos clientes quanto o funcionamento dos estabelecimentos.

"São dois fatores aí. As perdas de mercadorias e queda na circulação por conta dos alagamentos", explicou Fabio Bentes, o economista responsável pelo estudo.

O prejuízo corresponde a um mês de crescimento perdido, disse o economista.

Ele cruzou as informações das séries pluviométricas com as vendas do varejo em meses atipicamente chuvosos.

A perda corresponde a cerca de 0,5% do faturamento do varejo no período, que foi a taxa média de crescimento das vendas nos últimos sete meses, explicou Fabio Bentes.

A CNC aponta que a capital paulista foi a cidade do Sudeste com maior volume de chuvas em fevereiro, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), com precipitação 41% acima da média de chuva para o mês.

Na cidade do Rio, 24 dos 33 pontos monitorados pela Prefeitura acumularam mais de 200 milímetros de chuva nos dias observados. Em Belo Horizonte, o mês de fevereiro foi o mais chuvoso em 16 anos.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

violou as normas

Pela primeira vez, Twitter deleta postagens de Bolsonaro

Tuítes foram feitos durante passeio a regiões do Distrito Federal, na qual o presidente conversou com apoiadores e vendedores de rua e defendeu a reabertura do comércio, apesar das orientações de órgãos de saúde.

IR 2020

Como declarar renda fixa e COE no imposto de renda

Títulos de renda fixa – mesmo os isentos! – e Certificados de Operações Estruturadas (COE) são tributados e declarados de forma semelhante. Veja como informar o saldo e os rendimentos dessas aplicações financeiras na sua declaração

SD Premium

Os segredos da bolsa: muitos dados econômicos e um último balanço para ficar de olho

A primeira leva de indicadores referentes a março — mês da explosão do coronavírus — começará a ser divulgada nesta semana, mexendo diretamente com a bolsa

PREÇOS DESABARAM COM O CORONAVÍRUS

É hora de voltar para os fundos imobiliários?

Enquanto os FIIs negociavam a yields (proporção dos rendimentos estimados em 12 meses versus o preço pago por cota) próximos de 4,5% ao ano todos os dias batíamos recordes de volume negociado. Agora que os melhores fundos imobiliários do mercado estão sendo negociados a yields de 7,5% ao ano (ou mais), ninguém quer saber deles!

Quarentena

Trump estende distanciamento social por coronavírus nos EUA até 30 de abril

Na semana passada, o presidente dos EUA havia sugerido que poderia “reabrir” a economia americana na Páscoa

Situação excepcional

Ministro do STF Alexandre de Moraes atende governo e relaxa exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal

Ao Supremo, a União pedia a relativização das exigências da Lei, devido à situação excepcional do novo coronavírus no País, destacando que o direito à saúde da população deve prevalecer

Balanço

Covid-19: número de mortes por coronavírus no Brasil sobe para 136

Os casos confirmados da doença aumentaram de 3.904 para 4.256. Mantendo o padrão identificado ao longo da semana, 90% tinham mais de 60 anos

Enquanto uns choram, outros vendem lenços

Na contramão do restante da economia, setores essenciais aceleram contratações

Varejistas como supermercados e farmácias, além de hospitais, estão contratando mais diante da pandemia de coronavírus

'rolezinho do presidente'

‘Provocação’ e ‘irresponsabilidade’: parlamentares condenam passeio de Bolsonaro

Saída do presidente aconteceu um dia depois de o ministro da Saúde reforçar medidas de isolamento e pedir que ele não menosprezasse a gravidade da pandemia do novo coronavírus em suas manifestações públicas

Do contra

Bolsonaro cogita decreto que permita volta ao trabalho a todas as profissões

Presidente disse ainda que irá recorrer da decisão judicial que derrubou decreto que permitia funcionamento de lotéricas no Brasil

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements