Menu
2020-06-19T08:54:07-03:00
Estadão Conteúdo

BC da Rússia reduz juro principal a 4,50% e sinaliza novos cortes

Autoridade avalia que os fatores desinflacionários têm sido mais profundos do que o esperado devido à duração mais longa de medidas de restrição adotadas no país

19 de junho de 2020
8:54
Rússia
Imagem: Shutterstock

O Banco Central da Rússia decidiu nesta sexta-feira cortar sua principal taxa de juros em 1 ponto porcentual, a 4,50%, em meio à continuidade dos efeitos negativos da pandemia de coronavírus, e sinalizou que poderá reduzi-la ainda mais nos próximos meses.

Em comunicado, o BC russo avalia que os fatores desinflacionários têm sido mais profundos do que o esperado devido à duração mais longa de medidas de restrição adotadas na Rússia e no mundo inteiro numa tentativa de conter a disseminação da covid-19, como é conhecida a doença causada pelo vírus.

Como resultado, a instituição acredita que em 2021 a inflação na Rússia poderá ficar significativamente abaixo de sua meta oficial, que é de uma taxa de 4%. O corte de juros de hoje, explica o BC russo, tem o objetivo de limitar esse risco e manter a inflação próxima à meta.

A autoridade monetária da Rússia disse ainda que considerará a "necessidade de mais reduções da taxa básica nas próximas reuniões" se a "situação se desdobrar em linha com o cenário básico".

O BC russo fará sua próxima reunião de política monetária no dia 24 de julho.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Em 2009

Carlos Bolsonaro comprou imóvel por preço 70% abaixo do fixado pela prefeitura

A prática não é ilegal, mas costuma despertar suspeitas – por possibilitar, em tese, pagamentos “por fora”, sem registros oficiais.

Em expansão

E-commerce, mercado financeiro e delivery puxam contratações de executivos

Segundo dados do LinkedIn, houve 1.269 movimentações para cargos executivos entre março e agosto, 80% delas foram para esses setores.

Judiciário

Celso de Mello antecipa saída e acelera sucessão no STF

Com saída, abre-se a primeira vaga para indicação do presidente Jair Bolsonaro.

Mais lidas

MAIS LIDAS: De bolso cheio para brigar contra todos

Na semana em que o Seu Dinheiro completou dois anos no ar, refleti sobre quanta água rolou em tão pouco tempo. Foram muitos acontecimentos relevantes para os mercados, como eleição presidencial, guerra comercial de China e Estados Unidos, aprovação da Reforma da Previdência e a chegada do coronavírus. A Julia Wiltgen levantou o ranking de […]

Aviação regional

Governo quer licitar cinco blocos de aeroportos na Amazônia Legal

Pontapé inicial será no Amazonas, onde o governo espera transferir para uma empresa a operação de oito aeroportos regionais em 2022

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements