Menu
2020-06-19T08:54:07-03:00
Estadão Conteúdo

BC da Rússia reduz juro principal a 4,50% e sinaliza novos cortes

Autoridade avalia que os fatores desinflacionários têm sido mais profundos do que o esperado devido à duração mais longa de medidas de restrição adotadas no país

19 de junho de 2020
8:54
Rússia
Imagem: Shutterstock

O Banco Central da Rússia decidiu nesta sexta-feira cortar sua principal taxa de juros em 1 ponto porcentual, a 4,50%, em meio à continuidade dos efeitos negativos da pandemia de coronavírus, e sinalizou que poderá reduzi-la ainda mais nos próximos meses.

Em comunicado, o BC russo avalia que os fatores desinflacionários têm sido mais profundos do que o esperado devido à duração mais longa de medidas de restrição adotadas na Rússia e no mundo inteiro numa tentativa de conter a disseminação da covid-19, como é conhecida a doença causada pelo vírus.

Como resultado, a instituição acredita que em 2021 a inflação na Rússia poderá ficar significativamente abaixo de sua meta oficial, que é de uma taxa de 4%. O corte de juros de hoje, explica o BC russo, tem o objetivo de limitar esse risco e manter a inflação próxima à meta.

A autoridade monetária da Rússia disse ainda que considerará a "necessidade de mais reduções da taxa básica nas próximas reuniões" se a "situação se desdobrar em linha com o cenário básico".

O BC russo fará sua próxima reunião de política monetária no dia 24 de julho.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

esclarecendo

Decisão de privatizar Eletrobras é do Legislativo, diz Ferreira Junior

Executivo, que está de partida, afirmou que o governo federal tem interesse no processo, mas Congresso tem ritmo próprio

MERCADOS HOJE

Em sessão volátil, Ibovespa cede à cautela externa e perde os 116 mil pontos; dólar sobe 1%

investidores aguardam os números das “big techs” e decisão de juros do Federal eserve. No Brasil, o mercado segue monitorando a questão fiscal

Parceria

Klabin firma acordo com Timo para constituir SPE na área florestal

O objetivo principal da SPE será a exploração da atividade florestal no Estado de Santa Catarina.

Vai vir antes?

Ata do Copom leva bancos a antecipar início de alta da Selic

Segundo a ata, parte dos integrantes do Copom já considerava a necessidade de mexer na Selic por fatores como a elevação da inflação.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies