Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-03-03T16:48:13-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
URGENTE

Banco central dos EUA faz corte de juros surpresa de 0,50 ponto diante do coronavírus

A decisão surpresa do BC norte-americano acontece depois da forte queda do mercado de ações na semana passada diante do agravamento do surto do coronavírus no mundo

3 de março de 2020
12:10 - atualizado às 16:48
coronavírus
Em reunião extraordinária, Fed decide reduzir taxa para um intervalo de 1% a 1,25% ao ano; mercados reagem instantaneamenteImagem: Shutterstock

O Federal Reserve (Fed, Banco Central dos Estados Unidos) nem sequer esperou a próxima reunião para reagir aos efeitos do coronavírus na economia e anunciou um corte extraordinário de 0,50 ponto na taxa de juros, para um intervalo de 1% a 1,25% ao ano.

Como esperado, o mercado financeiro reagiu instantaneamente. O Ibovespa virou após a notícia e passou a subir. Mas o alívio durou pouco e na parte da tarde as bolsas passaram a operar em queda expressiva. Leia nossa cobertura completa de mercados.

A decisão surpresa do BC norte-americano acontece depois da forte queda do mercado de ações na semana passada diante do agravamento do surto do coronavírus no mundo. O grande receio dos investidores que é o de que a doença empurre a economia global para uma recessão.

"Os fundamentos da economia dos EUA continuam fortes. No entanto, o coronavírus apresenta riscos crescentes para a atividade econômica", informou o Fed, no comunicado em que anunciou a decisão.

A próxima reunião do Fed estava prevista apenas para o dia 18 de março, mesma data, aliás, em que acontece o encontro do Banco Central brasileiro que decide a taxa básica de juros (Selic).

A última vez que o BC norte-americano havia cortado os juros de forma extraordinária foi em outubro de 2008, no auge do terremoto financeiro provocado pela crise do mercado imobiliário subprime. O Fed também tomou decisões fora dos encontros previstos em momentos como os atentados terroristas de setembro de 2001 e na crise da Rússia, em 1998.

Além de reduzir os juros, o Fed informou que vai continuar adquirindo títulos do Tesouro dos EUA pelo menos até o segundo trimestre de 2020, a fim de manter as reservas em níveis iguais ou acima do nível de setembro do ano passado.

*Este conteúdo está em atualização.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

PROMESSA DESCUMPRIDA

Reforma administrativa não sai antes das eleições, admite relator da proposta na Câmara

O deputado Arthur Maia afirmou que faltou empenho do executivo para garantir que o texto fosse aprovado no Congresso

FOGUETE SEM FREIO

Boeing tropeça e SpaceX, de Elon Musk, garante mais três viagens tripuladas com a Nasa

O plano original era alternar missões com as duas empresas, mas o Starliner, foguete da Boeing, deve ficar impedido de voar até 2023

ALÍVIO NO BOLSO

Sem dizer quanto, Bolsonaro promete que Petrobras (PETR4) anunciará redução no preço dos combustíveis nesta semana

O presidente, que é um dos críticos mais ferrenhos da política de preços da estatal, afirmou que a queda deve seguir por algumas semanas

INVESTIDORES ATENTOS

4 fatos que mexem com o Ibovespa na próxima semana — incluindo Copom e IPO do Nubank

O principal índice acionário brasileiro terá um calendário cheio de eventos e dados econômicos para digerir ao longo dos próximos dias

Alívio no Orçamento

Com receita acima do esperado, Economia reduz estimativa de rombo nas contas públicas em 2022

Considerando todo o setor público, o que inclui Estados e Municípios, as novas projeções da pasta preveem até mesmo um saldo positivo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies