Menu
2020-08-06T14:22:40-03:00
Estadão Conteúdo
11 lotes

Aneel aprova edital de leilão de transmissão; investimentos serão de R$ 7,3 bilhões

Estimativa é que sejam gerados 15 mil empregos. Os contratos terão prazo de 30 anos

6 de agosto de 2020
14:22
leilão energia
Imagem: Shutterstock

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o edital do leilão de transmissão a ser realizado em dezembro. O leilão terá 11 lotes em nove Estados - Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo. Serão 25 linhas de transmissão e 12 subestações.

As obras demandarão investimentos de R$ 7,350 bilhões e prazo de entrega entre 42 e 60 meses. A estimativa é que sejam gerados 15 mil empregos. Os contratos terão prazo de 30 anos.

A disputa seria realizada em junho, mas foi cancelada em razão da pandemia do novo coronavírus. A licitação foi reformulada e vários lotes foram retirados para que ela pudesse ser realizada até o fim deste ano.

Pelo voto do relator, diretor Efrain Pereira da Cruz, a Eletrobras e suas subsidiárias poderão disputar o leilão de transmissão.

Nos últimos dois anos, Chesf, Eletrosul e Eletronorte tiveram a participação suspensa como punição por terem passado por processos de caducidade de concessão. Cruz propôs que processos de caducidade não sejam mais considerados um impeditivo à participação.

A Aneel decidiu ainda que a venda da outorga dos lotes pelos vencedores do leilão para outras empresas só poderá ser realizada após a entrada em operação comercial dos empreendimentos.

O edital aprovado pela Aneel será enviado para análise do Tribunal de Contas da União (TCU).

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

seu dinheiro na sua noite

Petróleo, minério e tudo que há de bom

Entre o fantasma do Orçamento com pedaladas, a besta da PEC “fura-teto”, o gigante da CPI da Covid e o monstro da pandemia, o Ibovespa conseguiu hoje engatar a terceira alta seguida e fechar acima dos simbólicos 120 mil pontos, marca que o índice não via desde fevereiro. Mas como pode? Bem, mais uma vez […]

hoje não

Hering rejeita proposta da Arezzo para potencial fusão

Segundo a Cia. Hering, a proposta “não atende ao melhor interesse dos acionistas e da própria companhia”

Polêmica na privatização

CVM vai investigar CEEE por suposta omissão na divulgação de informações

A autarquia começará a apuração de uma denúncia de omissão de fatos relevantes sobre a privatização da estatal gaúcha

FECHAMENTO

Commodities em alta levam o Ibovespa acima dos 120 mil pontos pela primeira vez desde fevereiro; dólar recua

O clima incerto em Brasília segue assombrando os investidores, mas ainda assim a bolsa brasileira consegue fôlego com as commodities para se manter no azul

Combinação promete

Aura Minerals (AURA33): ouro e dividendos no mesmo investimento

Max Bohm, sócio e analista de Empiricus, enxerga um potencial enorme de crescimento na combinação oferecida pela mineradora

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies