Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2020-11-21T11:00:43-03:00
O melhor do Seu Dinheiro

Duas coisas certas na vida (por enquanto)

21 de novembro de 2020
11:57 - atualizado às 11:00
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Dizem que só há duas coisas certas na vida: a morte e os impostos. Com os avanços da medicina, eu me arriscaria a dizer que daqui a algumas gerações as pessoas talvez precisarão se preocupar apenas com a mordida do Leão.

No Brasil de hoje, um dos raros consensos é o de que o nosso sistema tributário é ruim e ineficiente, além de pesar no bolso. Os problemas surgem na hora de tentar fazer qualquer mudança.

Como jornalista, eu já cobri diversos projetos de reforma tributária, alguns ambiciosos e outros simples fora da realidade. Em comum entre eles é que todos fracassaram depois de pouco ou nenhum avanço.

Mas essa situação pode mudar com a proposta que está em discussão neste momento no Congresso. A reforma está ao alcance de um acordo político para ser colocada em votação ainda neste ano, como você confere a seguir nos destaques do Seu Dinheiro na semana:

1 - A reforma e os seus investimentos

O mercado de capitais deve se beneficiar amplamente da proposta de reforma tributária, segundo Vanessa Canado, assessora especial do Ministério da Economia. Para ela, as empresas devem se beneficiar com a redução do contencioso tributário e maior segurança jurídica. Ela também rebate as principais críticas ao projeto e fala das chances de aprovação nesta entrevista exclusiva à repórter Jasmine Olga.

2 - O IPO mais improvável de 2020

Do céu ao inferno. E de volta ao céu. A empresa de hospedagem Airbnb se preparava para fazer uma aguardada oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) quando foi derrubada pela crise do coronavírus. Mas a companhia surpreendeu e não apenas se levantou da lona como retomou os planos de ir à bolsa. Nesta reportagem, o Rafael Lara conta cinco fatos sobre a oferta de ações da companhia.

3 - O fundo garantidor é garantido mesmo?

A economia enfrentou uma das paradas mais bruscas de toda a história com a pandemia do coronavírus, e mesmo assim o sistema financeiro resistiu sem a quebra de nenhum banco. Esse cenário colocou à prova o Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que garante os depósitos em caso de problemas com a instituição financeira. A Julia Wiltgen entrevistou Daniel Lima, diretor executivo do fundo, que conta como o FGC estava preparado para a crise.

4 - Já reviu seu plano de previdência?

Com os juros mais baixos da história, é bem provável que você não consiga se aposentar com a renda desejada, caso não mude nada na sua forma de contribuir para a previdência. A Julia Wiltgen explica como fica a situação dos planos mais conservadores com a Selic nas mínimas históricas neste vídeo direto da redação do Seu Dinheiro.

5 - Um fundo de ações para turbinar a previdência

Foi justamente a reportagem da Julia Wiltgen que me motivou a fazer um pente fino nas prateleiras dos bancos e corretoras em busca de um fundo de ações que também pode ser usado como opção para a sua previdência privada. A reportagem faz parte da Lupa dos Fundos, um dos conteúdos exclusivos do Seu Dinheiro Premium. Destrave seu acesso gratuitamente por 30 dias.

Um ótimo sábado para você!

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Voando

Embraer aponta retomada difícil, mas reforça otimismo com jato de até 150 lugares

A retomada, ficará 19% abaixo do volume previsto pela Embraer ao longo da década, até 2029.

retomada

Vendas de veículos sobem 4,65% em novembro, diz Fenabrave

Volume ficou 7,12% abaixo do total vendido no mesmo mês do ano passado, uma queda em parte explicada por restrições de oferta

Dinheiro no caixa

C6 Bank recebe aporte de R$ 1,3 bilhão em rodada de captação com 40 investidores

Em uma espécie versão bilionária de “crowdfunding”, o C6 Bank foi avaliado em R$ 11,3 bilhões, o que significa que o grupo de investidores ficará com 11,5% do capital do banco

Exile on Wall Street

Investidor não tira férias: questões urgentes ainda para 2020

Sempre digo para as pessoas terem cuidado com o que elas desejam. Passamos anos reclamando do oligopólio bancário brasileiro. Até que caímos num monopólio. A XP reina sozinha fora dos bancos como plataforma de investimentos ao varejo

emissão de títulos em dólares

Governo volta a captar recursos lá fora, em meio ao bom humor dos mercados

Tesouro Nacional informou que títulos serão emitidos no mercado global e o resultado será divulgado no fim do dia; última captação do governo lá fora havia sido em junho

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies