Menu
Ricardo Mioto
Coluna do Mioto
Ricardo Mioto
Dados da Bolsa por TradingView
2020-09-18T20:06:40-03:00
Coluna do Mioto

Investir não é para divorciadas?

Uma ouvinte do podcast Empiricus Puro Malte mandou o seguinte email após discutirmos por que os homens investem mais na Bolsa que as mulheres

19 de setembro de 2020
5:59 - atualizado às 20:06
divórcio
Imagem: Shutterstock

Volto ao assunto das mulheres investidoras. Uma ouvinte do podcast Empiricus Puro Malte mandou o seguinte email após discutirmos, no episódio 10, por que os homens investem mais na Bolsa que as mulheres:

“O homem se divorcia e vira um gurizão, troca de carro, compra roupas novas, vira noite na balada, mulherada etc. Ele só vai aparentar ser um mendigo na frente do juiz para pagar uma pensão miserável aos filhos. Isso porque, descabidamente, acha que a pensão vai sustentar a ex-mulher. Mas a vida pessoal e profissional dele seguem adiante. Às vezes, até melhoram, já que ele vai ter mais tempo para se dedicar à outras coisas.

Agora vejamos pelo lado da mulher. De repente, você se vê sozinha e com um ou mais filhos para criar. Além da culpa que nasce junto com a maternidade, a mulher é muitas vezes culpada pelo divórcio pela própria família e até mesmo pelos filhos. Se decide sair uma vez à noite para a balada e tomar uma bebidinha para esquecer um pouco dos problemas, é vista como uma “sem noção”. As tarefas são muitas: domésticas, de trabalho e relacionada à educação dos filhos (sim, a professora, pedagoga e a psicóloga vão falar com a mãe que o filho não vai bem no colégio ou que mordeu o colega). Além disso, vai ter que dar conta de sobreviver, com a diferença salarial gritante que existe entre homens e mulheres. Bem ou mal, antes teria o salário do marido, agora não tem mais. Muitas vezes, a mulher tem que voltar para a casa dos pais…

Como pensar em investir em uma situação como essa?”

Claro que não são todos os casos, como a própria ouvinte diz. Mas é inegável que a situação das mulheres após um divórcio tende a ser mais difícil do que a dos homens.

O que fazer para mudar isso? “Mudar de emprego, colocar a mãe no asilo, internar as crianças na Febem”, como escreveu certa vez Drauzio Varella? Não sei se vai resolver.

A gente fala sobre o assunto no Puro Malte #11. Escuta lá:

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Gigante do petróleo

Por que a Chevron prefere pagar dividendos a investir em energia solar e eólica

Apesar de não enxergar potencial em duas das escolhas mais óbvias quando se trata de energia renovável, a companhia está de olho em outras alternativas verdes

RISCO DE CALOTE

Evergrande suspende negociações de seus bônus corporativos na China

Decisão foi tomada depois de rebaixamento da nota de risco de crédito da megaincorporadora por agências chinesas de rating

pressão do congresso

Petrobras (PETR4) cai 3%, após Lira expor insatisfação com explicação sobre política de preços

Presidente da Câmara chamou atenção para o que chamou de valor “absurdo” do gás natural, destacado como um dos principais problemas que a estatal precisará esclarecer

Quem paga mais?

Hapvida (HAPV3) x SulAmérica (SULA11): a briga de gigantes por um pequeno grupo de saúde no interior de SP

A HB Saúde atua na porção norte/nordeste/noroeste de São Paulo, área rica do estado e que é bastante visada pelos grupos de saúde

DESTAQUE DO DIA

Minério de ferro despenca mais 8% e siderúrgicas e Vale acompanham queda

A redução da produção de aço vem trazendo seguidas perdas para o minério de ferro.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies