Menu
Richard Camargo
Aposente-se aos 40 (ou o quanto antes)
Richard Camargo
Formado em Economia pela Universidade de São Paulo, Richard trabalhou por 5 anos na área tecnológica até chegar na Empiricus.
Dados da Bolsa por TradingView
2020-03-15T09:40:45-03:00
Aposente-se aos 40 (ou o quanto antes)

Por que acionar o piloto automático é a melhor estratégia de investimentos

Na teoria, o sucesso nos investimentos depende de um binômio simples: comprar na baixa e vender na alta. Mas, na prática, o fato de a Bolsa ter subido hoje não impede que ela suba amanhã

15 de março de 2020
6:00 - atualizado às 9:40
shutterstock_653518084
Imagem: Shutterstock

Olá, seja bem-vindo ao nosso papo de domingo sobre aposentadoria precoce. Na semana passada, respondi a um anseio quase que existencial dos investidores que buscam uma aposentadoria FIRE (Financial Independence, Retire Early): vale a pena ter uma casa própria, ou é melhor viver de aluguel?

Como o debate virou uma espécie de Corinthians x Palmeiras, me esforcei para discutir com profundidade tanto o lado da gaviões, como o da mancha verde.

Mas claro, como torcedor, seria inevitável não escolher uma arquibancada ao final do jogo.

Hoje, aproveitando a semana insana para os mercados financeiros, quero responder a pergunta que mais recebi dos leitores do Seu Dinheiro: meu Deus, e agora, o que eu faço?

Mantenha a calma

Na última semana o mecanismo de circuit breaker - quando as negociações precisam ser interrompidas no meio do dia, para que os investidores “se acalmem, e possam digerir toda a informação disponível” - foi acionado quatro vezes. Os dias foram alternados entre altas e quedas expressivas, mas a semana acabou no vermelho, com queda superior a 15%.

Muitos leitores nos encaminharam e-mails angustiados, questionando o que fazer em meio ao caos:

  • Vender tudo?
  • Comprar mais?
  • Não fazer nada?

Bom, existem duas coisas que você deveria ter feito. A primeira, é ter mantido a calma. A segunda é ter seguido aquilo que os membros do Aposente-se aos 40 (o quanto antes) conhecem como a estratégia do piloto automático.

A melhor estratégia possível

Na teoria, o sucesso nos investimentos depende de um binômio simples: comprar na baixa e vender na alta.

Tudo que você precisa é repetir esse processo o maior número de vezes possível.

Simples, não? Sim, simples até demais.

Na prática, o mercado é uma entidade dinâmica, dominada pelo caos, não sendo possível antever seus movimentos.

No curto prazo, o mercado têm um comportamento que os estatísticos classificam como “ruído branco”.

Isso quer dizer que, num dia típico, qualquer coisa pode acontecer. A Bolsa pode subir ou cair, com a mesma probabilidade.

Além disso, os retornos diários do mercado de ações são eventos completamente independentes. O fato de a Bolsa ter subido hoje, não aumenta, tampouco diminui, a probabilidade de que ela suba amanhã.

Então, como nós poderemos construir um plano de aposentadoria de longo prazo num ambiente tão incerto como esse?

Aceita que dói menos

Se não podemos definir com exatidão os pontos de entrada e saída do mercado, precisamos recorrer a abordagens alternativas, que sejam possíveis de replicar.

Aqui entra o piloto automático. Se você deseja construir uma aposentadoria com mais de 10 anos de investimentos pela frente, use o tempo ao seu favor.

No piloto automático, colocamos a disciplina acima de tudo. Nos comprometemos a realizar aportes em renda variável todos os meses, independente dos preços estarem subindo ou caindo.

Fazemos a contabilidade ao final do mês, pagamos as contas, e o que sobra vai para os investimentos.

Num cenário em que os ativos de risco estão se valorizando, vamos comprando todos os meses um pouquinho.

Num cenário em que os ativos de risco estão de desvalorizando, vamos igualmente comprando todos os meses um pouquinho.

Estamos sempre comprando, e raramente vendendo. Ao seguir disciplinadamente essa rotina, diminuímos consideravelmente a volatilidade de nossos retornos.

Como nenhum aporte é demasiado grande em relação aos demais, o risco de investir todo nosso capital num ponto de máximo local do mercado é muito menor.

Ao mesmo tempo - como não existe almoço grátis -, abrimos mão da tarefa impossível de acertar o ponto em que os ativos estarão negociando em suas mínimas históricas.

Com o piloto automático, conseguimos dar foco ao que realmente interessa: as perspectivas de longo prazo das empresas que analisamos.

Por falar nisso, se você quiser comprar todo mês um pouquinho em algumas ações com alto potencial de crescimento ao longo próximos anos, sugiro conhecer o nosso Empiricus FIRE®.

Os membros da comunidade já receberam dois relatórios com teses de investimentos em dois setores que temos alta convicção para os próximos anos. Em breve, teremos mais novidades!

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Ele está de volta?

Setores fazem pressão por volta do horário de verão

Criado com a finalidade de aproveitar o maior período de luz solar durante a época mais quente do ano, o horário de verão foi instituído no Brasil em 1931 pelo então presidente Getúlio Vargas e adotado em caráter permanente a partir de 2008.

MANOBRAS

Juiz põe no banco dos réus ex-gestores do banco Máxima por gestão fraudulenta

O Banco Máxima S.A. informa que seus atuais acionistas assumiram a administração do banco em 2018, após aprovação pelo Banco Central, e que os integrantes da antiga gestão não têm mais qualquer relação com a instituição financeira

Foguete? Tô fora!

Warren Buffet: o bilionário que não quer conhecer as estrelas

Enquanto Bezos, Musk e Branson protagonizam a nova corrida especial, o Oráculo de Omaha prefere apenas observar

O melhor do Seu Dinheiro

O seu momento Sherlock Holmes

Na adolescência, ouvia que quem buscasse por romance policial brasileiro deveria ler algo do Rubem Fonseca. Era uma vontade minha achar uma história desse gênero que fosse mais próxima da minha realidade — e o filtro nacionalidade me pareceu o mais adequado.  A ideia surgiu depois de ter conhecido parte das histórias criadas por Agatha […]

Mesa Quadrada

Comentarista da ESPN Paulo Antunes fala da sua paixão por futebol americano e experiência no mercado financeiro

Ele conta sobre suas aventuras na cobertura de futebol americano e basquete e ainda revela seus investimentos na Bolsa em novo episódio do podcast Mesa Quadrada

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies