Menu
Richard Camargo
Aposente-se aos 40 (ou o quanto antes)
Richard Camargo
Formado em Economia pela Universidade de São Paulo, Richard trabalhou por 5 anos na área tecnológica até chegar na Empiricus.
2020-10-11T09:29:43-03:00
"BOLHA PONTOCOM" 2.0?

2020 é a nova bolha das empresas de tecnologia?

O termo “bolha pontocom” faz referência ao boom de empresas de tecnologia no final da década de 90 até o início dos anos 2000, na onda do crescimento da internet. Neste ano, há nova discussão se os preços das techs fazem ou não sentido.

11 de outubro de 2020
5:50 - atualizado às 9:29
TECNOLOGIA
Imagem: Shutterstock

Olá, seja bem-vindo ao nosso papo de domingo sobre Aposentadoria FIRE® (Financial Independence, Retire Early). 

Se você está num projeto de aposentadoria precoce, passará com certeza por ciclos de grandes valorizações e desvalorizações nos mercados. 

O famoso “tô rico, tô pobre”.

Nos últimos dois anos, a quantidade de investidores que possuem ações e fundos imobiliários mais do que triplicou. 

Estatisticamente falando, a probabilidade é maior de que você, leitor, seja um recém chegado ao mercado, e não um veterano.

Com as ações de tecnologia sendo as grandes campeãs de 2020 e negociando a valuations super elevados, você deveria se perguntar: 

Corro o risco de estar chegando para presenciar o estouro de uma nova bolha?

O termo “bolha pontocom” faz referência ao boom de empresas de tecnologia no final da década de 90 até o início dos anos 2000, na onda do crescimento da internet. 

Datam dessa época o nascimento de empresas que hoje estão entre as maiores do mundo, como Amazon, Google, Salesforce e muitas outras. 

Mas, para cada caso de sucesso, existem dezenas de outros fracassos retumbantes, de empresas que transformaram o capital do investidor em pó. 

O apetite por risco era tanto na época, que muitas captações (e até mesmo IPOs) aconteceram sem que as empresas tivessem sequer um produto em estágio operacional. 

Nos primórdios da internet, em que ainda não se sabia muito bem como monetizar conteúdo na rede, as empresas eram avaliadas simplesmente por “views”.

Seu site tem muitos “views”? Excelente, então você vale alguns milhões de dólares. 

A febre foi assustadora, com as ações de tecnologia dobrando a torto e a direito. 

Até Druckenmiller caiu nessa

Se você não o conhece de nome, Stanley Druckenmiller é um dos maiores investidores de todos os tempos, braço direito de George Soros por muitos anos. 

Numa entrevista há alguns anos ele contou como foi seduzido pelo boom das empresas pontocom. 

Ele passou anos observando o carnaval pela janela; as empresas não tinham nenhuma das características que ele sempre procurava: geração de caixa, negócios com barreira de entrada, pessoas com expertise comprovada…

Só que ele não passou apenas um carnaval olhando da janela, mas praticamente todos. 

Durante quase toda a década de 90, ele não comprou nenhuma ação de empresas de tecnologia. 

Até que, cansado de trabalhar 10x mais para gerar o mesmo retorno que um empresa qualquer das pontocom, ele se rendeu. 

Poucas semanas depois o mercado derreteu; a bolha estourou na cara de um dos maiores investidores de todos os tempos. 

Mas e 2020?

Eu poderia passar uma hora discutindo sobre isso, e foi exatamente o que eu fiz

Junto com o André Franco e o Vinicius Bazan, estreei uma Podcast gratuito para falar sobre tecnologia e o impacto nos seus investimentos. 

O Tela Azul, como chamamos esse novo podcast, está disponível em todas as plataformas, do Spotify ao aplicativo da Empiricus. 

No primeiro episódio, nós discutimos todos os aspectos que consideramos relevantes para responder se 2020 é o ano da nova bolha para as empresas de tecnologia. 

Se você estava procurando um canal de informação sobre o assunto, aproveite, o Tela Azul será semanal e gratuito, mergulhando fundo em todos os temas quentes no mercado de tecnologia. 

Nosso objetivo é te ajudar a investir melhor o seu tempo, e o seu dinheiro.

Um abraço!

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

em meio à crise

GPA tem alta de 150% no lucro, com melhora operacional no Brasil

Cifra atingiu R$ 386 milhões; Assaí apresentou faturamento de R$ 10,1 bilhões, incremento de R$ 2,5 bilhões contra o ano anterior

Números fortes

Vale tem lucro líquido de US$ 2,9 bilhões no 3º tri, alta de 76% na comparação anual

Lucro líquido cresceu quase 76% em relação ao terceiro trimestre do ano passado; Ebitda ajustado chegou a mais de US$ 6 bilhões

Análise

O mercado trucou, e o Banco Central mandou descer ao bancar juro baixo

Emparedado pelo repique da inflação e pelo aumento do risco fiscal, o BC foi inflexível e sustentou o “forward guidance”, a sinalização de que a Selic permanecerá baixa por um longo período

Acelerou

Bolsonaro assina sanção da lei que prorroga incentivos para setor automotivo

A sanção do projeto, assinada por Bolsonaro, deve ser publicada até esta quinta-feira, 29, no Diário Oficial da União (DOU).

o pior já passou?

Petrobras tem prejuízo de R$ 1,5 bilhão no terceiro trimestre, com adesão a anistias tributárias

Analistas esperavam prejuízo de R$ 4,15 bilhões; após baixa com a pandemia, estatal aumentou a participação de mercado e manteve um patamar alto de exportações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies