🔴 É HOJE! COMO BUSCAR ATÉ R$ 2 MIL DE RENDA EXTRA TODO OS DIAS – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

Estadão Conteúdo
mirando alto

Banco Votorantim, de BB e Família Ermírio de Moraes, mira IPO de R$ 5 bi

Oferta de ações do BV será primária, ou seja, com recursos entrando no caixa da instituição, e também secundária, cuja fatia vai para o bolso dos acionistas

Banco Votorantim BV

O Banco Votorantim, que acaba de ser rebatizado como BV, espera movimentar R$ 5 bilhões em sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) em mais um desinvestimento de bancos públicos no governo de Jair Bolsonaro, segundo apurou o jornal O Estado de S. Paulo/Broadcast. Controlado por Banco do Brasil e pela família Ermírio de Moraes, a instituição esperava emplacar a operação no ano passado, mas acabou adiando para 2020 depois de não conseguir concluir todo o trabalho necessário para colocar os pés na B3 em tempo hábil.

A oferta de ações do BV será primária, ou seja, com recursos entrando no caixa da instituição, e também secundária, cuja fatia vai para o bolso dos acionistas. A família Ermírio de Moraes detém 50,01% do capital do banco com direito a voto enquanto o Banco do Brasil têm os demais 49,99%.

A operação pode servir de porta de saída para o BB, que iniciou uma série de desinvestimentos na gestão de Rubem Novaes, escolhido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, para chefiar o banco no governo Bolsonaro. A família Ermírio de Moraes pode não diminuir sua fatia, pelo menos neste momento. No entanto, como não tem DNA de banqueiro, uma possibilidade é que deixem o negócio futuramente. Mas ainda não está definido o tamanho da oferta secundária, quem venderá e quanto, conforme fontes.

Apesar de ter atrasado o pedido de bênção da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para a operação, o BV deve fazer o arquivamento do prospecto, que estava marcado para a última sexta-feira, ainda nesta semana. São coordenadores globais do IPO do BV, como antecipou a Coluna do Broadcast, o próprio BB, o JP Morgan, que fez o trabalho de preparação do banco para a oferta, e ainda o Goldman Sachs. Também fazem parte do grupo Morgan Stanley e Itaú BBA.

Reviravolta

A ideia do BV é emplacar a primeira abertura de capital da B3 em 2020. A listagem das ações marca uma verdadeira reviravolta nos resultados do banco, socorrido pelo BB no passado. Em 2009, a instituição pública comprou cerca de metade das ações do Votorantim em meio a uma onda de socorros de grandes bancos a instituições de menor porte que operavam no prejuízo. Hoje, a situação do BV é bem diferente: de janeiro a setembro de 2019, o banco registrou lucro líquido de mais de R$ 1 bilhão, o equivalente a todo o resultado de 2018.

Agora, a estratégia dos sócios é vender aos investidores um banco mais tecnológico e próximo às startups, uma roupagem diferente do crédito a veículos, seu principal foco no passado. Não está descartada, ainda, a criação de um banco digital, pegando carona nas várias instituições que foram nessa direção.

Para capitanear o IPO e dar continuidade ao processo de modernização do banco, os sócios, inclusive, decidiram trocar o comando do BV, no ano passado. Gabriel Ferreira, na casa desde 2012, substituiu Élcio Jorge dos Santos, que estava na presidência desde 2016.

O início de ano está movimentado para o mercado acionário brasileiro e os primeiros meses devem ter volumes de ofertas superando os R$ 30 bilhões. Dentre as ofertas previstas, está as capitaneadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que venderá metade de sua participação na JBS e cerca de 10% das ações com direito a voto na Petrobrás.

Quatro companhias fizeram pedidos de registro para abertura de capital na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) já em dezembro: a empresa de sites Locaweb, a Companhia de Água e Saneamento do Ceará e as construtoras Mitre e Moura Dubeux. Essas ofertas são esperadas para ocorrerem até fevereiro.

Procurados, BV e BB não comentaram.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Compartilhe

Internacionalização

Práticas e acessíveis, contas em dólar podem reduzir custo do câmbio em até 8%; saiba se são seguras e para quem são indicadas

9 de setembro de 2022 - 6:30

Contas globais em moeda estrangeira funcionam como contas-correntes com cartão de débito e ainda oferecem cotação mais barata que compra de papel-moeda ou cartão pré-pago. Saiba se são para você

Valuation

BofA dá sinal verde para BTG (BPAC11) e recomenda compra do papel. Mas XP segue no amarelo

6 de setembro de 2022 - 16:27

Para o BofA, o BTG pactual está bem posicionado para apresentar resultados financeiros fortes nos próximos anos

ANOTE NO CALENDÁRIO

Atenção, investidor: Confira como fica o funcionamento da B3 e dos bancos durante o feriado de 7 de setembro

6 de setembro de 2022 - 11:29

Não haverá negociações na bolsa nesta quarta-feira. Isso inclui os mercados de renda variável, renda fixa privada, ETFs de renda fixa e de derivativos listados

Recadinho

Indireta para o Nubank? Itaú diz que “é muito fácil crescer oferecendo preços baixos e subsidiados para atrair clientes”

1 de setembro de 2022 - 10:43

Executivos do Itaú avaliam que alta dos juros tem feito os problemas dos grandes bancos se estenderem à nova concorrência

ARRUMANDO A CASA

Itaú (ITUB4) vai propor reorganização societária aos acionistas; banco deve assumir parte das atividades do Itaucard

31 de agosto de 2022 - 19:55

Segundo a instituição financeira, a reorganização faz parte da estratégia de “racionalização do uso dos recursos e otimização das
estruturas e negócios”

MUDANÇAS

Banco Bmg (BMGB4) faz reorganização societária e cria nova área de seguros

31 de agosto de 2022 - 10:22

Bmg (BMGB4) também anunciou a criação de uma nova holding chamada Bmg Seguradoras, que será subsidiária desta área de seguros

Marketplace

Itaú (ITUB4) entra na disputa das vendas online com shopping virtual; Magazine Luiza está entre os primeiros parceiros

29 de agosto de 2022 - 14:18

A intenção do Itaú é de que a nova loja virtual funcione como um ecossistema de compras de produtos e serviços

ATENÇÃO, ACIONISTA!

Dividendos e JCP: Banco do Brasil (BBAS3) anuncia pagamento de R$ 781 milhões em proventos; confira prazos

26 de agosto de 2022 - 18:54

A distribuição do montante será feita em antecipação ao terceiro trimestre de 2022, de acordo com informações do próprio banco

Market Makers

Banco do Brasil (BBAS3) está ‘ridiculamente barato’, diz Sara Delfim, da Dahlia

25 de agosto de 2022 - 18:00

Analista e sócia-fundadora da Dahlia Capital, Sara Delfim retorna ao Market Makers ao lado de Ciro Aliperti, da SFA Investimentos, para detalhar suas teses de investimento

Viva México

Se cuida, Nubank: Bradesco compra instituição no México e vai lançar conta digital no país

25 de agosto de 2022 - 12:08

Com a aquisição, o Bradesco terá licença para atuar como se fosse um banco digital no México. O país é um dos focos de expansão do Nubank

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar