Menu
2019-04-05T10:40:33-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Negócio de gigante

Uber compra Careem, sua rival no Oriente Médio, por US$ 3,1 bilhões

Negócio vai permitir que a Uber amplie sua influência na grande região que vai do Marrocos ao Paquistão

26 de março de 2019
14:44 - atualizado às 10:40
Careem
Careem - Imagem: Shutterstock

Em uma jogada bilionária, a Uber anunciou nesta terça-feira, 26, um acordo para comprar a sua rival Careem, que atua no Oriente Médio. Segundo comunicado da companhia, o negócio foi fechado em US$ 3,1 bilhões, sendo US$ 1,7 bilhão em notas conversíveis e US$ 1,4 bilhão em dinheiro.  A expectativa da Uber é de encerrar toda a transação até o primeiro trimestre de 2020.

Com sede em Dubai, a Careem tornou-se uma startup de grande sucesso no Oriente Médio. O serviço ganhou fama por permitir pagamentos de corridas em dinheiro ou cartão de crédito.

Depois de consolidada a compra, a Uber terá o controle de todos os negócios de mobilidade, entrega e pagamentos da Careem em um território que inclui desde o Marrocos até o Paquistão. Com isso, a empresa deve ampliar a sua influência em mercados importantes como Egito, Jordânia, Paquistão, Arábia Saudita e Emirados Árabes.

Apenas uma subsidiária

Esse será o destino da Careem diante da sua nova dona. A ideia, portanto, será manter as duas marcas atuantes na região.

O co-fundador e CEO da Careem, Mudassir Sheikha, liderará o novo negócio e estará submetido diretamente a uma diretoria composta de três representantes da Uber e dois representantes da Careem.

Em comunicado oficial, Sheikha afirmou que “unir forças com a Uber ajudará a acelerar o propósito da Careem de simplificar e melhorar a vida das pessoas e a construir uma organização incrível que inspira".

Vale lembrar que a aquisição da Careem ainda está sujeita à aprovação dos órgãos de regulamentação, incluindo as entidades antitruste de todos os países em que a empresa mantém operações.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

nos estados unidos

Remuneração de CEOs cresceu em meio à pandemia

Recuperação do mercado de ações impulsionou ganhos de executivos em 2020, que tiveram remuneração média de US$ 13,7 mi no período

Após estremecimentos

China quer parceria estratégia com Brasil, diz chanceler asiático

Chanceler chinês, Wang Yi, falou com o novo ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos Alberto Franco França.

entrevista

Bittar reafirma que Guedes sabia de acordo para destinar verba a emendas

Apontado como um dos artífices da “maquiagem” no Orçamento, o senador Marcio Bittar diz que não chegou sozinho ao valor de R$ 29 bilhões em emendas

Apesar da pandemia

Saúde perde espaço em emendas parlamentares

Números mostram estratégia dos parlamentares para destinar recursos para obras e projetos de interesse eleitoral em seus redutos

Renovação do Conselho

Comitê interno da Petrobras desaprova dois nomes indicados ao Conselho

Indicados foram considerados inaptos pelo Comitê de Pessoas por terem atuado em empresas com relação direta com a estatal nos últimos três anos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies