Menu
2019-10-12T11:01:54-03:00
MAIS UMA OPÇÃO

Volvo avalia produzir modelo de caminhão elétrico no Brasil

A versão FL tem capacidade para até 16 toneladas de carga e a FE para até 27 toneladas para uso na distribuição de produtos e coleta de lixo

12 de outubro de 2019
11:01
Reprodução/Volvo
Volvo FL, da Volkswagen -

A Volvo iniciou neste ano na Europa as vendas do caminhão FL elétrico, e já avalia a possibilidade de produção do veículo no Brasil, segundo maior mercado da marca sueca, atrás dos EUA.

Em visita ao País para participar do Salão do Transporte Rodoviário de Carga (Fenatran), que ocorre em São Paulo, o presidente mundial do Grupo Volvo, Martin Lundstedt, afirmou que o produto será o mesmo da Europa, mas com desenvolvimento local para atender particularidades do mercado brasileiro.

"Vamos intensificar as vendas do elétrico (na Europa) em 2020 e, quando acharmos que é o momento, vamos ter produção local", disse. A versão FL tem capacidade para até 16 toneladas de carga e a FE para até 27 toneladas para uso na distribuição de produtos e coleta de lixo.

Os veículos semipesados da Volvo não vão disputar mercado com os da Volkswagen Caminhões, que serão produzidos em Resende (RJ) a partir do próximo ano e terão capacidade menor, de até 13 toneladas.

Outra marca que disputará mercado, mas na categoria semileve, é o JAC iEV1200T, previsto para ser importado da China a partir de novembro.

Lundstedt afirmou estar otimista com a recuperação das vendas no País, o que colocou a subsidiária brasileira novamente na segunda posição entre os maiores mercados da marca. No pior momento da crise econômica, entre 2016 e 2017, o Brasil ficou em sexto lugar.

De janeiro a setembro, o mercado total de caminhões cresceu 40% ante a igual período de 2018, para 74,2 mil unidades. A Volvo, que atua só no segmentos de semipesados e pesados, cresceu 55%, para 11,6 mil unidades. O maior mercado da marca, os EUA, teve vendas de cerca de 30 mil caminhões da marca.

Autônomos

Outra grande aposta da Volvo, o caminhão autônomo, também avança na Europa com o início de testes do Vera, modelo que tem nível 4 de automação (não tem volantes e nem pedais). O modelo está em operação em um porto na Suécia.

A empresa também desenvolveu o FH com nível 2 de autonomia (faz parte do trajeto sem interferência do motorista, mas ele fica na cabine). Essa versão está em uso em minas na Noruega e, segundo Lundstedt, "tem elevado potencial para ser usado pela indústria da mineração no Brasil".

Desde 2017, a filial brasileira iniciou vendas do caminhão VM autônomo também nível 2, desenvolvido no País, para operar em lavouras de cana-de-açúcar. Foram vendidas sete unidades.

A Mercedes-Benz tem dois modelos autônomos operando no recolhimento da cana, o Axor (22 unidades vendidas), e o Atego, que estará disponível para test drive na Fenatran, que ocorre entre os dias 14 e 18 (com apresentações à imprensa amanhã). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Energia elétrica

Aneel retira de pauta reajuste da Cemig e prorroga vigência de tarifas atuais

Com isso, as tarifas atuais serão prorrogadas até 30 de junho

Pessimismo aumenta

IIF passa a prever que PIB do Brasil terá contração de 6,9% em 2020

Em relatório divulgado nesta terça-feira, 26, a instituição explica que a crise terá efeitos duradouros para o País

Mais alívio no câmbio

R$ 5,35: com uma ajuda do exterior, o dólar zerou os ganhos no mês e virou para queda

O clima tranquilo visto nos mercados globais abriu espaço para mais uma queda no dólar à vista — a sexta nas últimas sete sessões. Com isso, a moeda americana voltou aos níveis do fim de abril, afastando-se cada vez mais do patamar dos R$ 6,00

Títulos públicos

Tesouro Direto tem emissão líquida recorde de R$ 1,57 bilhão em abril

Com a emissão recorde, o estoque do programa fechou abril em R$ 60,24 bilhões, um aumento de 3,1% em relação ao mês anterior (R$ 58,44 bilhões)

Em meio à pandemia

56,6 milhões de brasileiros já receberam auxílio emergencial, diz Caixa

Todos receberam o pagamento da primeira parcela do benefício, no valor total de R$ 39,9 bilhões, enquanto 44,2 milhões de brasileiros também já receberam a segunda parcela, em um total de R$ 30,9 bilhões

Em pronunciamento

Em pronunciamento, Maia faz convite à “pacificação dos espíritos”

Sem citar as crises institucionais do Executivo ou mesmo chefes de outros Poderes, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, fez um pronunciamento nesta terça-feira

Renda imobiliária

Vitreo lança primeira carteira de fundos imobiliários e quer captar R$ 100 milhões

Após colocar em operação sua distribuidora de valores no início de maio, a Vitreo lança sua primeira carteira administrada composta de diferentes fundos imobiliários

Esperanças para o fim da crise

Conheça três dos principais estudos que buscam uma vacina contra o coronavírus – e que mexem com o mercado

Notícias do avanço de pesquisas sobre vacinas contra o coronavírus costumam impactar o mercado, que espera ansiosamente por uma solução que permita uma retomada das economias

Coronavírus na estatal

Petrobras tem 181 empregados com covid-19 e 510 recuperados, diz MME

A empresa não registra nenhum óbito entre os seus contratados, segundo o MME

De mãos dadas

Ministros militares agora negociam com o Centrão

Partiu do general reformado Augusto Heleno Ribeiro, o atual ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), na convenção do PSL que confirmou a candidatura de Jair Bolsonaro ao Planalto em julho de 2018, um dos mais duros ataques ao Centrão. Agora, andam de mãos dadas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements