Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-02T22:25:56-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

Uma palavra vai definir o futuro das bolsas mundiais

2 de outubro de 2019
19:14 - atualizado às 22:25
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O pregão desta quarta-feira nas bolsas mundiais foi um daqueles que nos fazem lembrar da pior forma possível que a tal de renda variável não se chama assim à toa.

É natural que os ciclos de alta do mercado nos deixem mal acostumados. Por isso a queda de 2,90% do Ibovespa hoje reforça aquele nosso velho mantra: a perspectiva de maior rentabilidade vem sempre acompanhada de maiores riscos.

O que fez os mercados caírem em bloco mundo afora foi a volta dos temores sobre o estado de saúde da economia global. Aliás, se eu pudesse resumir em uma palavra o que vai definir o futuro das bolsas, ela seria recessão.

Como os investidores tentam sempre se antecipar aos eventos, as bolsas devem sofrer a cada dado que sinalizar uma retração da economia internacional lá na frente. Foi o que aconteceu hoje, depois de uma série de indicadores ruins vindos dos EUA.

O impasse político do pedido de impeachment contra Donald Trump e o processo cada vez mais tumultuado de saída do Reino Unido da União Europeia ajudaram a aumentar a tensão.

Nesse cenário nada amigável, a desidratação da reforma da Previdência na votação no Senado foi como aquela descarga apertada bem na hora em que a bomba explode.

A reação da cavalaria – no caso, os Bancos Centrais globais – é o que vai definir se a palavra recessão vai ou não permanecer mapa de riscos dos investidores.

O Victor Aguiar acompanhou de perto o dia tenso no mercado financeiro, conversou com várias fontes e traz para você um panorama completo de tudo o que rolou.

Poucos amigos

A insatisfação de Paulo Guedes com a votação da reforma da Previdência no Senado teve uma resposta rápida e objetiva. O ministro cancelou todas as reuniões com bancadas partidárias que estavam marcadas para acontecer nesta quarta-feira. O clima de poucos amigos logo foi sentido pelos parlamentares, e governo deve cobrar o preço dos R$ 76 bilhões perdidos na reforma em outras pautas.

Ampliando o guarda-roupa

Líder no mercado local de calçados, bolsas e acessórios femininos, a Arezzo decidiu que é hora de pisar em novos terrenos. A brasileira fechou uma parceria com a Vans, empresa americana conhecida pelos tênis que calçam adolescentes e jovens adultos de classe média aqui e lá fora. O acordo, que vai permitir companhia brasileira explorar novas vertentes, incluindo vestuário, já animou o mercado. Confira os planos da dupla nesta matéria.

Presente de casamento

A união das empresas de shopping Aliansce e Sonae foi em agosto, mas os presentes ainda estão chegando. O Goldman Sachs revisou as recomendações para as ações da empresa e passou a indicar a compra dos papéis. O movimento é bastante importante para a companhia, que na visão do banco norte-americano tem potencial para se valorizar 17% nos próximos doze meses, como a Bruna Furlani conta nesta matéria.

Guerra longe do fim

Você acha que a situação diplomática e econômica entre os Estados Unidos e a China está ruim? Pois saiba que ela pode piorar (e muito). Quem diz isso é ninguém menos do que o fundador do maior fundo de investimentos norte-americano. Para Ray Dalio, o governo de Donald Trump pode ir além dos cortes de fluxos de capital e de uma possível retirada de empresas chinesas das bolsas dos EUA. Saiba por que o bilionário fundador da gestora Bridgewater acredita que a tempestade está só começando.

Aposentado aos 50?

Tenho certeza que esse é o sonho de dez entre dez leitores aqui da nossa newsletter. Afinal, quem não quer se aposentar cedo para poder investir em hobbies ou projetos próprios? Mesmo em tempos de Nova Previdência, garantir uma renda extra antes dos 60 (ou 62 e 65, depois da reforma) pode sim ser realidade, basta ter um bom planejamento e muita disciplina. Mas por onde começar? Se essa é a sua principal dúvida, então recomendo a leitura desta matéria com cinco dicas do dia-a-dia que podem ajudar você nessa missão.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

*Colaboração Fernando Pivetti.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Ele está de volta?

Setores fazem pressão por volta do horário de verão

Criado com a finalidade de aproveitar o maior período de luz solar durante a época mais quente do ano, o horário de verão foi instituído no Brasil em 1931 pelo então presidente Getúlio Vargas e adotado em caráter permanente a partir de 2008.

MANOBRAS

Juiz põe no banco dos réus ex-gestores do banco Máxima por gestão fraudulenta

O Banco Máxima S.A. informa que seus atuais acionistas assumiram a administração do banco em 2018, após aprovação pelo Banco Central, e que os integrantes da antiga gestão não têm mais qualquer relação com a instituição financeira

Foguete? Tô fora!

Warren Buffet: o bilionário que não quer conhecer as estrelas

Enquanto Bezos, Musk e Branson protagonizam a nova corrida especial, o Oráculo de Omaha prefere apenas observar

O melhor do Seu Dinheiro

O seu momento Sherlock Holmes

Na adolescência, ouvia que quem buscasse por romance policial brasileiro deveria ler algo do Rubem Fonseca. Era uma vontade minha achar uma história desse gênero que fosse mais próxima da minha realidade — e o filtro nacionalidade me pareceu o mais adequado.  A ideia surgiu depois de ter conhecido parte das histórias criadas por Agatha […]

Mesa Quadrada

Comentarista da ESPN Paulo Antunes fala da sua paixão por futebol americano e experiência no mercado financeiro

Ele conta sobre suas aventuras na cobertura de futebol americano e basquete e ainda revela seus investimentos na Bolsa em novo episódio do podcast Mesa Quadrada

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies