2019-12-20T08:58:36-03:00
negócio fechado

Brasileira Tupy compra negócio de componentes de ferro de subsidiária da Fiat Chrysler por R$ 950 milhões

Segundo a multinacional, o acordo inclui as fábricas da Teksid no Brasil, México, Polônia e Portugal, participação em joint venture na China, entre outros

20 de dezembro de 2019
8:45 - atualizado às 8:58
Imagem: Shutterstock

A brasileira Tupy informou nesta sexta-feira (20) negócio de componentes de ferro fundido da Teksid, subsidiária da Fiat Chrysler Automóveis, por 210 milhões de euros — o equivalente a R$ 948 milhões.

Segundo a multinacional, o acordo inclui as fábricas da Teksid no Brasil, México, Polônia e Portugal e participação em joint venture na China. O centro de engenharia na Itália e escritório comercial nos EUA também fazem parte da operação. Já o negócio de alumínio da Teksid segue sob a dona da Fiat

O valor da transação está sujeito a ajustes e aprovação de órgãos antitrueste. A Tupy deve conceder bônus e descontos comerciais típicos da indústria, relacionados a acordos de fornecimento de longo prazo, segundo o comunicado.

Nesta quinta-feira (19), as ações ON da Tupy terminaram o dia cotadas a R$ R$ 21. No ano, a valorização é da ordem de 10%. Você pode conferir como deve ser o dia dos investidores na Bula do Mercado.

A Tupy diz que o negócio trará "uma série de benefícios e sinergias", melhorando a competitividade da companhia. A empresa cita o compartilhamento de estruturas de P&D e conhecimento técnico em
manufatura avançada e o uso de competências da companhia relacionadas ao processo de usinagem nos produtos da Teksid.

A multinacional também menciona a possibilidade de realocação da manufatura entre as plantas combinadas para aproveitar a ciclicidade, a expansão da capacidade instalada e os ganhos de escala, eficiência operacional e redução de custos

Participaram da operação pela Tupy os bancos Morgan Stanley e o JPMorgan e a Cleary Gottlieb Steen & Hamilton como assessor legal.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

RAIO-X DO ORÇAMENTO

Fundo eleitoral, emendas do relator e reajuste dos servidores: 3 pontos do Orçamento para 2022 que mexem com a bolsa esta semana

Entre emendas parlamentares superavitárias e reajuste dos policiais federais, o Orçamento deve ser publicado no Diário Oficial na segunda-feira (24)

PEC DOS COMBUSTÍVEIS

Tesouro pode perder até R$ 240 bilhões com PEC dos Combustíveis e inflação pode ir para 1% — mas gasolina ficará só R$ 0,20 mais barata; confira análise

Se todos os estados aderirem à desoneração, a perda seria de cifras bilionárias aos cofres públicos, de acordo com a XP Investimentos

Seu Dinheiro no Sábado

E a bolsa ainda pulsa: os grandões do Ibovespa brilham e puxam o índice — mas e as demais empresas?

Além do ciclo aquecido das commodities e da entrada de recursos estrangeiros, também vale lembrar o desconto nos ativos domésticos

BITCOIN (BTC) HOJE

Bitcoin (BTC) aprofunda queda da semana e é negociado aos US$ 35 mil hoje pela primeira vez em seis meses; criptomoeda já caiu 17% em sete dias

Especialista dá dicas de como sobreviver ao momento de “sangria” do mercado de criptomoedas — e o que não fazer no desespero

Dê o play!

A bolsa ainda pulsa, mas será um último suspiro? O podcast Touros e Ursos discute o cenário para o Ibovespa

No programa desta semana, a equipe do Seu Dinheiro discute o cenário para o Ibovespa e os motivos que fazem a bolsa brasileira subir