Menu
Ivan Sant’Anna
Seu Mentor de Investimentos
Ivan Sant’Anna
É trader no mercado financeiro e autor da Inversa
2019-09-26T16:02:30-03:00
seu mentor de investimentos

Diamantes são eternos; empresas, não

Falência da centenária companhia de turismo Thomas Cook no último dia 23 promoveu um Dunquerque moderno; é importante você saber que mesmo empresas gigantes do seu setor não são eternas

26 de setembro de 2019
16:01 - atualizado às 16:02
dunkirk
Cena do filme Dunkirk (2017), de Christopher Nolan. - Imagem: (Divulgação/ Warner Bros)

Na primavera europeia de 1940, mais de 300 mil soldados britânicos, belgas e franceses tiveram de ser resgatados de um bolsão em Dunquerque, praia da França situada no Canal da Mancha, e levados para a Inglaterra. Caso contrário, teriam sido capturados e feitos prisioneiros pela Wehrmacht, força de defesa de Adolf Hitler.

  • LANÇAMENTO: Pela primeira vez um curso completo de análise gráfica acessível para qualquer pessoa. Apenas 97 vagas no preço promocional. Veja agora.

Nessa operação, foram usadas aproximadamente 800 embarcações, desde transatlânticos até pequenos barcos pesqueiros, iates de recreação e veleiros de regatas.

Nos últimos dias, está acontecendo um Dunquerque de tempos de paz. Com o pedido de falência da companhia inglesa de turismo Thomas Cook, pelo menos 150 mil turistas britânicos estão sendo repatriados dos mais variados cantos do mundo, à custa do governo de Sua Majestade. Outros 450 mil voltam para seus países por conta própria.

Fundada em 1841, a Thomas Cook era simplesmente uma dessas empresas tão simbólicas e tradicionais que não poderiam quebrar. Ao longo de seus 178 anos de existência, além de agências espalhadas pelo mundo, acumulou cadeias de hotéis de resort, cinco companhias aéreas e diversas ilhas particulares.

Mas quebrou.

Uma pessoa pode investir em ações por toda a vida mas, com raríssimas exceções, não na mesma. Depois de atingir status não raro de maiores do mundo em seu ramo de atividade, elas podem simplesmente falir. Inclusive no auge de suas atividades, tal como aconteceu agora com a Cook.

Em 1995, o Baring Brothers era o banco mais antigo do mundo, com 233 anos de existência. Só que havia uma excrescência, que seus diretores não notaram. Ou, se notaram, fingiram não perceber. A filial de Cingapura gerava mais lucro do que todas as demais unidades somadas.

Esses resultados fantásticos proviam de uma só pessoa, o trader Nick Leeson, um (até então) gênio, cujas paradas alavancadíssimas no índice Nikkei futuro da bolsa de Tóquio, negociado na Simex, engordavam o bônus anual de toda a diretoria.

Veio então o terremoto de Kobe, em 17 de janeiro de 1995. A bolsa levou um tombaço.

Ao invés de liquidar sua posição, Leeson, que estava comprado até o limite, dobrou a aposta. Para isso, usou de um estratagema. Lançou a operação na conta erro que, por motivos óbvios, nunca tem limite, já que se trata de uma rubrica contábil na qual são lançados os trades feitos por engano. Compra ao invés de venda e vice-versa.

Tóquio continuou caindo e o Baring Brothers quebrou. Na verdade, não chegou a ir à falência. Foi comprado pelo valor simbólico de uma libra esterlina pelo banco holandês ING. Mas os acionistas perderam tudo que tinham aplicado na sociedade.

Fundado em 1850 na cidade de Montgomery, no estado do Alabama, o banco Lehman Brothers se expandiu durante 158 anos, tendo mudado sua matriz para Nova York, num prédio majestoso na região de Wall Street.

Resistiu ao crash de 1929, mas não à crise do subprime. Fechou as portas em 2008, causando enorme prejuízo aos clientes e derrubando as bolsas de valores em todo o mundo.

Poucos setores de atividade são tão suscetíveis a falências como a indústria de transporte aéreo. É só lembrar, entre dezenas e mais dezenas de outros, os casos da Pan American, da Swissair e da nossa Varig.

Portanto, caro amigo leitor, se você adquirir papéis de um desses gigantes (dispenso citar nomes), acompanhe o dia a dia da empresa.

Outra alternativa é comprar diamantes ou barras de ouro. Esses produtos podem até cair de preço, mas são realmente eternos. Só eles.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

PREÇOS EM ALTA

IGP-M sobe 3,28% em novembro e fica acima das estimativas

Índice referência para reajuste de contratos de aluguel acelera ante leitura de outubro e acumula alta de 21,97% no ano, diz FGV

Esquenta dos mercados

Tensão com vacina e otimismo com dados chineses se chocam; investidores locais monitoram IGP-M

O cenário de cautela e otimismo se chocam no exterior. De um lado, a China parece se recuperar do coronavírus, de outro, a pandemia ainda parece longe de um fim. Com feriado nos Estados Unidos, liquidez deve seguir baixa

capítulo final

Acionistas da Klabin aprovam acordo para encerrar pagamentos para uso da marca

Dona da marca que dá nome à empresa, Sogemar será incorporada, em acordo que envolve repasse de ações

NÚMEROS DA PANDEMIA

Covid-19: Brasil tem 171 mil mortes e 6,2 milhões de casos acumulados

Nas últimas 24 horas foram apurados 37.614 diagnósticos positivos para a doença e 691 óbitos, diz Ministério da Saúde

setor em crescimento

Magalu, Via Varejo ou B2W: quem ganha na disputa pelas vendas na Black Friday?

As três gigantes do comércio eletrônico devem crescer forte na Black Friday da quarentena, depois de um ano marcado pelo avanço do online

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies