2019-06-07T18:42:21-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
vestiu a camisa

Reforma da Previdência interessa “até para o servidor”, diz Bolsonaro

Presidente defendeu a proposta de mudanças na aposentadoria e afirmou que, se não reformar, vai faltar dinheiro para pagar os servidores

5 de junho de 2019
18:48 - atualizado às 18:42
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro - Imagem: Alan Santos/Presidência da República

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou nesta quarta-feira, 5, que a proposta de reforma da Previdência interessa a todo o Brasil, "até para o servidor".

"Se não reformar, vai faltar dinheiro para pagar o servidor lá na frente. De maneira que nós precisamos mostrar para o mundo lá fora e para os investidores aqui de dentro que nós estamos fazendo o dever de casa. O Brasil não pode continuar gastando mais do que arrecada", disse.

"Acreditamos nós que, com a reforma aprovada basicamente como foi apresentada, investimentos virão e nós podemos decolar na economia."

Bolsonaro participou do lançamento do programa "Juntos pelo Araguaia", em Aragarças, no Goiás, que prevê a revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio Araguaia.

Também presentes no evento, os governadores de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), e de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), defenderam a permanência de Estados e municípios na proposta que modifica as regras de aposentadoria. O tema é um dos assuntos mais polêmicos da proposta.

A ofensiva de governadores e prefeitos para serem abarcados na proposta é grande e, como mostraram o jornal O Estado de S. Paulo e o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), os municípios ameaçam recorrer à Justiça caso fiquem de fora.

Sob a ameaça de exclusão de servidores estaduais e municipais da reforma da Previdência, prefeitos se articulam para manter ao menos os municípios na proposta, mesmo que os Estados sejam retirados. Eles ameaçam acionar o Supremo Tribunal Federal (STF) para assegurar a inclusão das prefeituras na reforma.

"Nós temos que fazer as reformas, sim. E elas têm que ser inclusivas aos Estados e municípios dando espaço à educação, saúde e oportunidade de emprego", disse Caiado.

"Gente, pelo amor de Deus, não deixem os Estados e municípios fora dessa reforma", pediu o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes. "Senão daqui uns anos nós vamos estar trabalhando apenas e exclusivamente para pagar nossos aposentados", afirmou. "Não sobra dinheiro para cuidar da saúde, das estradas, das escolas."

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa futuro sobe após IPCA-15 levemente acima do esperado; dólar abre com estabilidade a R$ 5,22

RESUMO DO DIA: O último pregão da semana é marcado pelo apetite de risco dos investidores, que passaram por dias de alta volatilidade nas bolsas. Sem maiores destaques para o dia no exterior, os índices sobem, digerindo as falas de representantes dos Bancos Centrais. Por aqui, o destaque do Ibovespa vai para a divulgação do […]

SEU DINHEIRO EXPLICA

Petrobras (PETR4) é culpada ou inocente? Qual o papel da estatal na disparada dos preços da gasolina e do diesel

Aumentou a chance da alta dos preços dos combustíveis cair na conta da Petrobras. Mas será que a estatal é mesmo culpada ou está sendo vítima de uma injustiça?

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Oportunidade de lucro de mais de 7% em swing trade com a Via (VIIA3); confira a recomendação

Identifiquei uma oportunidade de swing trade – compra dos papéis da Via (VIIA3). Veja os detalhes da análise

O melhor do Seu Dinheiro

Pecado Capital e as decisões de empresas; confira a história do dia e outras notícias que mexem diretamente com os seus investimentos hoje

Dinheiro na mão é vendaval, dinheiro na mão é solução — e solidão. Entenda como as escolhas das companhias podem impactar seu bolso.

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas internacionais avançam na busca por barganhas; Ibovespa aguarda IPCA-15 e debates sobre combustíveis hoje

O índice local ainda reage ao teto de 17% do ICMS sobre combustíveis, aprovado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, na noite de ontem

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies