Menu
2019-07-22T13:26:22-03:00
Estadão Conteúdo
Comércio mundial

OMC: medidas restritivas de comércio são de US$ 339,5 bi entre out/18 e mai/19

Membros da OMC também implementaram 47 novas medidas destinadas a facilitar o comércio, incluindo a eliminação ou redução das tarifas de importação, a eliminação ou simplificação dos procedimentos aduaneiros para as exportações e a redução dos impostos

22 de julho de 2019
13:26
Sede da Organização Mundial do Comércio (OMC)
Sede da Organização Mundial do Comércio (OMC) - Imagem: Shutterstock

O relatório semestral da Organização Mundial de Comércio (OMC) aponta os países do G-20 responderam por grande parte de medidas restritivas às importações impostas durante o período em análise, que vai desde 16 de outubro de 2018 a 15 de maio de 2019. Segundo o documento, as medidas implementadas nos meses em questão são estimadas em US$ 339,5 bilhões - 44% acima da média desde outubro de 2012, quando o relatório começou a incluir dados de cobertura comercial.

Segundo o documento, a maior parte do nível recorde de medidas restritivas impostas no período anterior (entre meados de outubro de 2018 e meados de outubro de 2018), que chegou a US$ 588,3 bilhões, permanece em vigor e agora foi adicionada por uma série de novas restrições, que também estão em um nível "historicamente alto".

Os membros da OMC aplicaram 38 novas medidas restritivas ao comércio durante o período em análise, principalmente através de aumentos de tarifas, proibições de importação, salvaguardas especiais, impostos de importação e direitos de exportação, diz o relatório.

O relatório também observa que várias medidas significativas restritivas ao comércio serão implementadas logo após o período abrangido ou permanecerão em consulta para possível implementação posterior, "sugerindo que a situação precária no comércio global persistirá".

Os membros da OMC também implementaram 47 novas medidas destinadas a facilitar o comércio durante o período em análise, incluindo a eliminação ou redução das tarifas de importação, a eliminação ou simplificação dos procedimentos aduaneiros para as exportações e a redução dos impostos de importação.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

TUDO EM PAZ

Fim de briga: Ânima e Ser fecham acordo e encerram disputa por ativos da Laureate

Empresas decidem dividir parte do portfólio, com a Ser tendo direito a receber duas faculdades e com opção de compra de mais três instituições

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

11 notícias para começar o dia bem informado

Quando a bolsa cai, as reportagens trazem imagens de operadores de mercado em pose de desespero. O sofrimento é tanto que desconfio que sejam fotos de torcedores do Corinthians na hora do gol do adversário  – e algum tipo de montagem para inserir terno e gravata e um painel da Bloomberg ao fundo. Brincadeiras à […]

RECUPERANDO

PIB da zona do euro sobe 12,7% no 3º trimestre, superando estimativas

Maiores economias da união monetária europeia também apresentam crescimento robusto no período, puxando PIB agregado

esquenta dos mercados

Com olhar voltado para as eleições americanas e covid-19 pelo mundo, investidores retomam cautela

Eleições e aumento de casos do coronavírus pelo mundo seguem sendo os principais fatores de aversão ao risco. No Brasil, investidores também monitoram clima político

NOVIDADES

BC anuncia o Pix Cobrança, para emissão de QR Code com juros, multas e descontos

Função permitirá que lojistas, fornecedores, prestadores de serviços e outros empreendedores possam emitir um QR Code para operações de pagamento imediato ou em data futura

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies