Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-10-14T14:37:15-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

O paraíso são os outros

27 de junho de 2019
20:39 - atualizado às 14:37
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

O Brasil é o paraíso dos rentistas. A frase podia ser de um líder de esquerda, mas saiu da boca do ministro Paulo Guedes, logo no primeiro discurso depois de assumir o cargo.

De fato, o melhor negócio no país nas últimas décadas foi emprestar dinheiro para o governo, que remunera seus títulos com base na taxa básica de juros (Selic).

Se o diagnóstico é parecido, as divergências começam na hora de apontar os responsáveis pelas taxas altas. Muita gente prefere culpar o tal “mercado”, que supostamente pressiona o Banco Central para manter os juros sempre nas alturas.

Essas pessoas deveriam, então, ouvir o que disse hoje o sócio-fundador da SPX Capital, Rogério Xavier. O homem que administra quase R$ 40 bilhões em fundos é o clássico tubarão do mercado e, portanto, interessado em taxas de juros altas, certo? Errado.

Na verdade, investidores como ele podem ganhar tanto na alta como na baixa da Selic, desde que consigam fazer uma leitura correta da conjuntura econômica e se antecipar aos movimentos do BC.

E, ao participar de um evento promovido pelo BTG Pactual, Xavier não só defendeu enfaticamente uma redução da Selic como ainda disse que não entende a postura do BC de esperar a aprovação da reforma da Previdência para mexer nos juros.

Confira por que o gestor da SPX acredita que já passou da hora da Selic voltar a cair nesta matéria do Kaype Abreu.

O falcão está à solta

Enquanto a queda imediata dos juros é defendida até por grandes investidores no mercado, o presidente do Banco Central mantém firme sua postura de “falcão” – ave que simboliza uma condução mais rigorosa da política monetária. Em uma entrevista coletiva em Brasília, Roberto Campos Neto não se comprometeu com uma queda da Selic nem mesmo no caso de aprovação da reforma da Previdência. O Eduardo Campos esteve hoje na sede do BC e traz os detalhes para você.

Com tempero

O cardápio parecia indigesto para o mercado hoje. Logo na entrada, o adiamento da leitura do relatório do deputado Samuel Moreira na comissão especial da reforma da Previdência, que estava previsto para hoje, levou o Ibovespa para abaixo dos 100 mil pontos. O humor dos investidores melhorou, contudo, quando foi servido o prato quente, com a possibilidade da volta dos Estados e municípios ao projeto de mudanças nas aposentadorias. Confira qual o resultado dessa degustação na nossa cobertura de mercados.

Gente feliz

As ações do Pão de Açúcar foram o principal destaque positivo da bolsa hoje, com uma alta de mais de 10%. O motivo foi a grande reestruturação anunciada pelo francês Casino, que controla a rede de supermercados. Os planos incluem a incorporação da colombiana Éxito, que também possui lojas na Argentina e Uruguai. Além dessa força latina, o GPA vai ganhar um reforço e tanto na governança corporativa, o que também agradou o mercado. Quer saber os detalhes desse novo Pão de Açúcar? Então eu recomendo muito  a leitura da matéria que o Victor Aguiar escreveu.

Nota baixa

Aumentou a parcela de brasileiros que consideram o governo Bolsonaroruim ou péssimo. O percentual, que era de 27% em abril, subiu para 32%, de acordo com pesquisa CNI/Ibope divulgada hoje. A aprovação da maneira de governar e a confiança no presidente também pioraram. Mas o capitão segue com uma base fiel de seguidores: 32% avaliam o governo como ótimo ou bom, pouco abaixo dos 35% do levantamento anterior. Você confere todos os números do presidente nesta reportagem.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

presidente ficou irritado

Assessor do Planalto é afastado por usar avião da FAB

Vicente Santini usou uma aeronave oficial para se deslocar até Nova Délhi, na Índia

Exile on Wall Street

Contágio: e agora, o que fazer?

Medo de uma grande pandemia transmitida rapidamente num mundo globalizado e interconectado encontra representação mitológica tão forte que virou blockbuster em Hollywood

Alívio

Ibovespa abre em alta e recupera parte das baixas de ontem; dólar cai a R$ 4,19

O Ibovespa ensaia uma recuperação após as perdas massivas da sessão passada, apesar de o noticiário referente ao coronavírus continuar inspirando cautela

Nunca vi contexto tão favorável para negócios no Brasil, diz CEO do Magazine Luiza

Frederico Trajano afirmou ter planos “extremamente ambiciosos” para a rede varejista nos próximos anos após oferta de ações de quase R$ 5 bilhões

atento ao cenário

Coronavírus pode reduzir previsão de crescimento, mas é cedo para cravar, diz OMC

Diretor da entidade disse que, por enquanto, há apenas especulação dos economistas apontando revisão para baixo dos números

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

12 notícias para você começar o dia bem informado

Enquanto acompanham o avanço do coronavírus, os investidores olham também para as novidades no mundo corporativo. Os números da Cielo vieram piores do que as expectativas, que já eram bem negativas. A JBS anunciou um negócio bilionário na China. E a união de Embraer e Boeing ganhou o aval do Cade.   O que você precisa saber hoje: […]

segundo agência

Em grave crise econômica, Venezuela avalia privatizar petróleo

Representantes do governo conversaram com diferentes empresas, diz agência; medida abandonaria décadas de monopólio estatal

O que mexe com os negócios hoje

Com coronavírus no radar, mercados ensaiam dia de recuperação

Ontem o dia foi de temor nos mercados, como reflexo da rápida disseminação do coronavírus pelo mundo. Nas primeras horas da manhã tanto as sessões europeias como os índices futuros em Wall Street ensaiavam uma recuperação

bons negócios

JBS faz acordo com empresa chinesa que deve movimentar R$ 3 bilhões

Parceria com WH Group oferecerá portfólio de produtos das marcas Friboi e Seara

agenda oficial

BNDES vai até Brasília explicar ‘caixa-preta’

Comitiva vai dar explicações sobre a auditoria de R$ 48 milhões; estudo não encontrou nenhuma irregularidade no banco

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements