A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-10-14T11:31:52-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Os escolhidos do ano

Nobel de Economia premia trio por pesquisas que ajudam combate à pobreza

Entre os laureados está a mais jovem da história da premiação, que também é a segunda mulher a cumprir o feito

14 de outubro de 2019
8:56 - atualizado às 11:31
nobel economia 2019
Imagem: Reprodução/ Youtube / Prêmio Nobel

O indiano Abhijit Banerjee, a francesa Esther Duflo e o americano Michael Kremer foram premiados nesta segunda-feira (14) com o Nobel de Economia.  A organização viu no trabalho do trio uma “abordagem experimental para aliviar a pobreza global”.

Abhijit Banerjee, do Massachusetts Institute of Technology, Cambridge, nos Estados Unidos, nasceu em 1961, na Índia. O norte-americano Michael Kremer, da Universidade de Harvard, EUA, nasceu em 1964.

Já a francesa Esther Duflo, nasceu em 1972 e é a mais jovem vencedora a receber este Nobel, com 46 anos. Duflo também é a segunda mulher a conseguir o feito, já que em Elinor Ostrom foi a primeira ganhadora em 2009.

Essa é a sétima vez que um trio recebe o Nobel da categoria. Em 51 anos da categoria, 25 vezes apenas uma pessoa foi laureada e em outras 19 o prêmio foi para uma dupla.

Abhijit Banerjee e Esther Duflo, juntando-se muitas vezes a Michael Kremer, realizaram estudos similares em outras áreas e em outros países. “Os seus métodos de investigação experimental dominam agora totalmente as economias em desenvolvimento”, explicou a Academia Real de Ciências da Suécia.

O big three

Segundo a organização do prêmio, as pesquisas do trio trouxeram uma forma fragmentada de encarar a pobreza - ao invés tratar o tema como um todo, eles fracionaram em pequenas questões para buscar respostas factíveis com a cada uma das partes.

"Como resultado direto de um de seus estudos, mais de cinco milhões de crianças indianas se beneficiaram de programas eficazes de aulas de reforço na escola", afirmou o comitê do Nobel. "Outro exemplo são os pesados subsídios para cuidados de saúde preventivos que foram introduzidos em muitos países."

Desde 1990, Kremer e os colegas introduziram intervenções experimentais em escolas no oeste do Quênia. Abhijit e Esther conduziram estudos semelhantes em outros países.

Um estudo realizado pelos cientistas mostrou que populações mais pobres são seriamente afetadas com o aumento dos preços em itens de cuidado de saúde preventiva.

Uma segunda pesquisa teve como resultado a triplicação do número de vacinas em aldeias que receberam acesso à clínicas móveis.

No campo da educação, os pesquisadores obtiveram efeitos em experimentos com refeições escolares gratuitas e distribuição de livros didáticos.  Uma medida que se demonstrou muito eficiente foi a ajuda específica para alunos com dificuldade que elevou os resultados educacionais.

O comitê do Nobel declarou também que em duas décadas de estudo, "sua nova abordagem baseada em experimentos transformou a economia do desenvolvimento, que agora é um campo de pesquisa florescente".

Prêmio de R$ 3,85 milhões

A organização justificou a escolha dos pesquisadores dizendo que a redução da pobreza global é um dos temas mais urgentes da humanidade. “ Mais de 700 milhões de pessoas ainda subsistem com salários extremamente baixos", disse

"Por ano, cerca de cinco milhões de crianças com menos de cinco anos, ainda morrem com doenças que podem ser prevenidas ou curadas com tratamentos baratos. Mais de metade das crianças no mundo ainda abandonam a escola com competências básicas”, recordou o comitê do Nobel.

Os três vão dividir equivalente a R$ 3,85 milhões. O Nobel da Economia foi o último dos prêmios a ser anunciado este ano.

Oficialmente conhecido como o prêmio de ciências econômicas do Banco da Suécia em memória de Alfred Nobel, a distinção não foi criada pelo fundador, mas é considerada como parte dos prêmios Nobel.

A premiação foi criada pelo Riksbanken, o banco central sueco, em 1968, e o primeiro vencedor foi selecionado um ano depois.

*Com informações da RTP (emissora pública de televisão de Portugal)

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

MARKET MAKERS

Os princípios: Conheça Ray Dalio, gestor do maior hedge fund do mundo, e seu manual para conseguir o que deseja na vida

11 de agosto de 2022 - 10:47

O livro Princípios se propõe a ser um manual sobre vida e trabalho que Dalio resolveu escrever contendo seus critérios de tomada de decisão que colecionou ao longo da sua vida

Cadê o retorno?

XP (XPBR31) na berlinda: JP Morgan corta recomendação para neutro e diz que o mercado quer ver lucro

11 de agosto de 2022 - 10:33

O JP Morgan mostrou-se preocupado com o salto nos custos e despesas da XP (XPBR31) no trimestre, o que pressionou as margens da empresa

ACELERANDO NA RETA

Bitcoin (BTC) busca os US$ 25 mil, mas alta é ofuscada por disparada de 12% do ethereum (ETH); confira que movimenta as criptomoedas hoje

11 de agosto de 2022 - 10:09

Os investidores estão otimistas com a atualização do ethereum: em julho deste ano, o ETH acumulou alta de 57,7% e sobe 14,9% nos primeiros dias de agosto

NADA DIPLOMÁTICO

Paulo Guedes fala em “ligar o foda-se” para França, maior empregador estrangeiro no Brasil

11 de agosto de 2022 - 9:36

O país europeu é terceiro que mais investe no Brasil; as exportações para a França vêm crescendo 18% neste ano

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa sobe após índice mostrar deflação ao produtor nos EUA em julho; dólar recua para R$ 5,07

11 de agosto de 2022 - 9:08

RESUMO DO DIA: Os investidores tentam ampliar os ganhos da sessão anterior e as bolsas internacionais sobem hoje. Após o dado de inflação ao consumidor animar, desta vez as bolsas são embaladas pelo índice de preços ao produtor (PPI), que mostrou um resultado melhor que o esperado, com deflação de 0,5% em julho. Por aqui, […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies