Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-12-23T09:24:34-03:00
Seu Dinheiro na sua manhã

No radar: Pregão natalino, aquisição bilionária e Via Varejo

23 de dezembro de 2019
9:24
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Em ritmo de compras (de última hora) de Natal, os mercados devem ter uma segunda-feira morna. Mas o noticiário segue quente com uma aquisição bilionária no mercado de torres de telefonia celular e novidades vindas da China em tarifas comerciais.

Aproveite para ler também a entrevista exclusiva com o gestor da XP Asset, que fala sobre o que espera para Via Varejo e outras empresas que têm na carteira.

O que você precisa saber hoje:

Mercados

• Na semana passada, os investidores da bolsa tiveram muito o que comemorar. Novos recordes do Ibovespa foram registrados e o principal índice da B3 acumulou ganhos de 2,27% nos últimos 5 pregões. Em dezembro, a alta já chega a 6,36%.

O que deve mexer com os mercados hoje? Se nos últimos dias o fluxo da bolsa foi movimentado, nesta semana a expectativa é de que os investidores deixem as mesas de negociação um pouco de lado, no embalo das festividades do Natal. Apesar disso, o otimismo toma conta diante da expectativa pelo famoso “rali de Natal”.

Os leitores do Seu Dinheiro Premium também podem conferir os principais destaques do que vai mexer com os mercados ao longo da semana, dia a dia.

Investimentos

• Ainda aproveitando o clima de fim de ano e já no clima dos investimentos para 2020, vale a pena dar uma olhada nesta entrevista que eu fiz com o João Luiz Braga, sócio-gestor da XP Asset. Ele também me contou um pouco sobre as expectativas para a Via Varejo, maior posição dos fundos da casa, e para as ações no próximo ano.

• Na onda das aplicações que bombaram em 2019, os fundos de investimento imobiliários tiveram forte aquecimento neste ano, com mais de R$ 34 bilhões em captações até novembro. O ‘boom’ dos FII foi puxado pelo ciclo de corte do juros, que acabou sendo bastante positivo para o mercado de imóveis.

• Em entrevista ao Estadão, o chefe de economia para a América Latina do Bank of America, Claudio Irigoyen, demonstrou grande otimismo com a economia brasileira. Para ele, ainda que o país não seja o que vai crescer mais, será um dos poucos que apresentarão uma aceleração na comparação com 2019.

Empresas

• Com as expectativas para a chegada da tecnologia 5G no Brasil, o banco Goldman Sachs fechou a venda da brasileira Cell Site Solutions (CSS), de torres de celular, para a sul-africana IHS, por cerca de R$ 2,5 bilhões. A operação deve ser anunciada ainda nesta segunda-feira.

Política

A China anunciou hoje que vai cortar tarifas de importação sobre carne de porco congelada, produtos farmacêuticos e alguns componentes de alta tecnologia. A medida valerá a partir de 1º de janeiro.

• Não é só no mundo dos investimentos que a queda de juros faz preço. O corte nas taxas deve fazer o governo deixar de pagar R$ 418 bilhões de juros da dívida pública entre 2019 e 2022. Só neste ano, a economia será de R$ 68,9 bilhões.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Triste marca

Brasil registra mais de 500 mil mortos por covid-19

Em 24 horas foram 2.301 óbitos e 82.288 novos casos. Em nota, Conass ressalta que o Brasil tem 2,7% da população mundial, e é responsável por 12,8% das mortes

Here comes the sun

Energia solar ruma para liderança no País até 2050

O sol será responsável por 32% da geração, ao mesmo tempo em que a participação das hidrelétricas deve cair para cerca de 30%

ESTRADA DO FUTURO

Os três setores mais lucrativos em tecnologia, e por que você deve investir neles

Integração entre softwares e Inteligência Artificial são dois dos segmentos que devem fazer parte de qualquer portfólio de investimentos vencedor

Ano de eleição

Promessas de Bolsonaro estouram “folga” do Orçamento em 2022

A ampliação do Bolsa Família e um eventual aumento de 5% nos salários do funcionalismo público já superam o espaço adicional de R$ 25 bilhões para o próximo ano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies