Menu
2019-05-15T11:23:40-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
balanço

No 1º trimestre de 2019, Kroton registra queda de 47,4% no lucro líquido

Comparação é feita com base no mesmo período do ano passado; empresa também apresentou uma redução de 3,6% no número de alunos do Ensino Superior

15 de maio de 2019
8:32 - atualizado às 11:23
kroton
Imagem: Reprodução/Facebook

A Kroton registrou um lucro líquido de R$ 250,1 milhões no primeiro trimestre de 2019, cifra 47,4% menor que a registrada no mesmo período do ano passado. Analistas ouvidos pela Bloomberg previam lucro de 448 milhões.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) chegou a R$ 750,818 milhões, 12,5% a mais que o mesmo período do ano passado. Já a receita líquida da empresa ficou em R$ 1,837 bilhão, num aumento de 34,8%.

A empresa apresentou uma redução de 3,6% no número de alunos do Ensino Superior em relação ao primeiro trimestre de 2018. Essa variação marginalmente negativa da base, segundo a Kroton, reflete o maior número de formaturas observadas no período em razão das fortes safras de captação verificadas em 2013 e 2014.

Outro  motivo seria a mudança no perfil dos estudantes, com a redução no número de atrelados aos Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que tradicionalmente apresentavam menor evasão, e com o aumento de estudantes matriculados na modalidade 100% online de Ensino a Distância, que possuem maior propensão a evadir.

A base de alunos da companhia já foi praticamente toda substituída por alunos sem o Fies, aliás. A empresa prevê que entre 2014 e o final de 2019 a redução de alunos que usam o financiamento será superior a 75%. A partir de 2020, a estimativa é de menos de 14% da base presencial ou 5,8% da base total de alunos utilizem o financiamento.

No ano passado, a empresa abriu novas unidades e novos polos de Ensino Superior. Na Educação Básica, outro investimento importante: a aquisição da Somos, empresa com um leque expressivo de produtos e serviços no país, entre escolas e cursos pré-vestibular como Anglo e Sigma.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

TIM Brasil poderá emitir até R$ 5,7 bilhões em debêntures incentivadas

O projeto da operadora para melhorias nas redes fixas e móveis de 21 unidades da federação entrou na lista de autorizações do Ministério das Comunicações

quem vai levar?

Tem ação fresquinha vindo aí, minha amiga, com o IPO da Hortifruti Natural da Terra

Com tese de investimento sendo que ela é o melhor do supermercado e da feira, companhia busca recursos para expandir operações

Ligando na tomada

Renault traz a nova geração de carros elétricos ao Brasil — e Weg e EDP garantem a recarga

A Renault firmou parceria com EDP e WEG para o fornecimento de infraestrutura do novo Zoe, veículo 100% elétrico da montadora francesa

Estreia na segunda

Hashdex capta mais de R$ 615 milhões para o primeiro ETF de criptomoeda

O ETF replicará um índice desenvolvido pela Nasdaq com a própria gestora Hashdex e estreia na bolsa brasileira na seugnda-feira (26)

novata na b3

Grupo GPS aceita desconto e arrecada R$ 2,5 bilhões em IPO; conheça mais a empresa

Prestadora de serviços de limpeza e segurança encara mesmas dificuldades que outras empresas para listar ações na bolsa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies