O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2019-08-08T13:14:30-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
botando na balança

China registra queda no superávit comercial em julho, para US$ 45,06 bi

Ainda assim número é maior que o esperado por analistas consultados pelo Wall Street Journal, de US$ 38,7 bilhões.

8 de agosto de 2019
13:13 - atualizado às 13:14
shutterstock_189076856
Navio de carga chinês parado num porto norte-mericano. - Imagem: Shutterstock

A China registrou um superávit comercial de US$ 45,06 bilhões em julho, informou nesta quinta-feira, 8, a Administração Geral Alfandegária do país.

A cifra veio abaixo dos US$ 50,98 bilhões observados no mês anterior, mas, ainda assim, um número maior que o esperado por analistas consultados pelo Wall Street Journal, de US$ 38,7 bilhões.

As exportações chinesas subiram inesperadamente em julho em relação a um ano antes, apesar da intensificação das disputas comerciais com os Estados Unidos que têm danificado a demanda e amargado a confiança.

As vendas externas cresceram 3,3% no conflito com julho de 2018, revertendo uma queda anual de 1,3% em junho. Os economistas esperavam recuo de 2%.

As importações continuaram a ceder, baixando 5,6% anualmente em julho, ainda que de forma menos íngreme que a queda de 7,3% registrada em junho. Para essa linha, os analistas previam declínio de 9%.

O órgão alfandegário informou que, denominadas em yuan, as exportações aumentaram 10,3% anualmente em julho e as importações, 0,4%.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

SOBE E DESCE

IRB (IRBR3) lidera pelotão de altas do Ibovespa e Méliuz (CASH3) vai na direção oposta — veja o que foi destaque na bolsa na semana

Lá fora, as negociações da semana foram marcadas pela entrada do S&P 500 no chamado bear market, ou território de queda; por aqui, o principal índice da B3 acumulou ganhou de 1,46%

NOITE CRIPTO

Não deu para o bitcoin (BTC): maior criptomoeda do mundo tenta, mas patamar de US$ 30 mil escapa; confira cotações

Agora, os investidores devem permanecer tentando sustentar esse suporte psicológico importante e entrar na próxima semana no “zero a zero”, antes de tentar buscar novas altas

REVISÃO CUSTOU CARO

B3 (B3SA3) volta a corrigir erro nos dados e revela que 2021 terminou com fluxo estrangeiro negativo após R$ 77,9 bilhões em dinheiro gringo “sumirem” da conta

Vale lembrar que a entrada de capital estrangeiro ajuda na performance do mercado acionário e de câmbio. Por isso, a nova cifra não pinta um quadro positivo para o país

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa ignora tensão em Nova York, os planos de Elon Musk para o Brasil e o salto da GetNet; confira os destaques do dia

Por enquanto, o Ibovespa segue avançando, apesar do desempenho ruim das bolsas pelo mundo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies