Menu
2019-06-11T18:18:49-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Sentimento dúbio

Bolsonaro se diz otimista por reforma da Previdência forte e evita falar sobre Moro

Presidente também disse ver com bons olhos a reunião de governadores que ocorreu mais cedo em Brasília para falar sobre a reforma

11 de junho de 2019
18:13 - atualizado às 18:18
Presidente da República, Jair Bolsonaro durante entrevista coletiva
Presidente comparou a aprovação da reforma da Previdência à Batalha de Riachuelo, na Argentina - Imagem: Alan Santos/Presidência da República

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira, 11, que está otimista que a reforma da Previdência pode ser aprovada com pouca desidratação.

"Como nosso ministro da Economia vem falando, choque de boas notícias teremos a partir deste momento", disse em rápida entrevista coletiva que concedeu ao lado do governador de São Paulo, João Doria, no saguão da ala das autoridades no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo.

Estavam presentes o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o secretário da Receita Federal, Marcos Cintra.

Bolsonaro também disse que viu como um ato bem-vindo a reunião de governadores que ocorreu mais cedo em Brasília em apoio à reforma previdenciária.

Ele afirmou que a inclusão dos Estados e municípios na reforma continua sendo uma interrogação dentro do Parlamento, mas que no mundo da política as coisas vão de um lado para o outro.

"Nós gostaríamos que todo mundo fosse incluído numa reforma única. Agora, em grande parte quem vai decidir isso aí é o Parlamento brasileiro."

E ainda comparou a aprovação da reforma da Previdência à Batalha de Riachuelo, em referência à Batalha Naval do Riachuelo, travada em 11 de junho de 1865 às margens do arroio Riachuelo, um afluente do Rio Paraguai, na província de Corrientes, na Argentina.

"Hoje comemoramos a Batalha de Riachuelo e a nossa Batalha de Riachuelo é a reforma da Previdência num momento tão crucial para o Brasil", disse o presidente.

Bico calado

Bolsonaro se contrariou ao ser perguntado como teria avaliado as questões envolvendo o seu ministro da Justiça, Sergio Moro, e encerrou abruptamente a coletiva de imprensa.

"Está encerrada a entrevista", disse o presidente Jair Bolsonaro, ao bater uma mão contra a outra e sair rapidamente.

No fim de semana, o site The Intercept divulgou uma série de reportagens baseadas em supostas conversas pelo Telegram do então juiz Sergio Moro, que segundo a publicação, teria orientado as investigações da força-tarefa da Lava Jato.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Negócio fechado

Petrobras assina venda de sua fatia de 50% no campo terrestre de Rabo Branco

O campo teve produção média em 2020 de 131 barris de petróleo por dia (bpd).

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O Fundo Verde e a tragédia grega do Brasil

Ao despertar a fúria de Zeus por ter entregue o fogo do Olimpo aos mortais, Prometeu foi acorrentado e punido: durante o dia, uma águia devorava seu fígado; durante a noite, o órgão se regenerava — um ciclo de tormento eterno. Tragédias gregas, infelizmente, costumam ser úteis ao falarmos sobre o Brasil. Reformas econômicas demandam […]

FECHAMENTO

Commodities amenizam a queda da bolsa, mas exterior negativo e nova crise em Brasília falam mais alto

As commodities mais uma vez tentaram salvar a bolsa brasileira de um dia no vermelho, mas o exterior negativo e a cautela em Brasília falaram mais alto

Presidente otimista

EUA devem ter retomada econômica mais rápida em quase 40 anos, diz Biden

Segundo o democrata, o foco de seu governo se manterá em criar empregos e combater a pandemia de covid-19

Gestão na crise

Brasil vive uma espécie trágica de dia da marmota, diz Verde Asset

Navegar os mercados locais vem sendo uma odisseia extremamente complexa e nada indica que vai melhorar, diz a gestora de Luis Stuhlberger

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies