Menu
2019-07-03T16:08:09-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Clima tenso de volta?

Bolsonaro rejeita “pacto assinado no papel” e cobra exemplo do Legislativo e Judiciário

Presidente rechaçou ideia de estabelecer um pacto afirmando que “a política mudou”

3 de julho de 2019
16:08
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro - Imagem: Marcos Corrêa/Presidência da República

Em discurso feito em um evento de militares em São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira, 3, que "a política mudou", rejeitou a necessidade de um "pacto assinado no papel" e cobrou que os poderes Executivo e Legislativo deem o "exemplo".

"Nós não precisamos de pacto assinado no papel. O pacto que nós precisamos, com o Poder Legislativo e com o Poder Executivo, é o nosso exemplo, de votarmos matérias, de apresentarmos proposições que fujam do populismo, que estimulem cada um que é responsável por receber aquilo que recebe pelo suor do seu rosto", disse o presidente.

A declaração foi dada um pouco mais de um mês depois de os três poderes da República - o Executivo, o Legislativo e o Judiciário - terem negociado um pacto que representou um compromisso das instituições com as reformas prometidas pelo governo.

Em uma crítica à classe política, o presidente afirmou que é preciso "sair do papel" e "sair do discurso fácil de político". "Temos que dar o exemplo, o Executivo e o Legislativo, e daremos exemplo, para o Brasil chegar ao local dos sonhos de todos nós", declarou.

Bolsonaro também disse que o povo brasileiro é mais importante do que qualquer instituição. "São vocês que conduzem nosso destino, e é a vocês, somente a vocês, que eu tenho lealdade absoluta, contem comigo, porque eu sei que conto com vocês", afirmou.

O evento desta quarta-feira marcou solenidade de posse do novo comandante do Comando Militar do Sudeste, general Marco Antonio Amaro, que assume no lugar do general Luiz Eduardo Ramos, que será o novo ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, substituindo o general Carlos Alberto dos Santos Cruz.

Bolsonaro elogiou Ramos, contou que são amigos há 46 anos e disse que espera contar com sua ajuda para "resgatar a credibilidade de nossas instituições".

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Falta só a sanção

Câmara aprova prorrogação do prazo de entrega do Imposto de Renda até 31 de julho

Além de dar mais 90 dias de prazo, o texto também limitou o pagamento do imposto a, no máximo, seis parcelas

FECHAMENTO

Ibovespa engata segunda alta consecutiva, mas tempo segue fechado em Brasília

O Orçamento segue empacado e a situação fiscal preocupa, mas NY e as commodities vieram para salvar o dia e fazer o Ibovespa fechar a sessão no azul

Clássicos repaginados

Hasbro se une à plataforma de games Roblox para lançar novos produtos

A gigante dos brinquedos anunciou uma série de itens das linhas Nerf e Monopoly em parceria com a novata Roblox

Bom momento

Construtoras apresentam prévias operacionais fortes, apesar de restrições por causa da pandemia

Apesar dos lançamentos fracos, Cyrela viu crescimento nas vendas líquidas em comparação ao mesmo período do ano anterior; Direcional e Moura Dubeux bateram recordes de vendas

Siri entregou a data

Vem aí um novo iPad? Apple deve lançar novos modelos em evento na próxima semana

A previsão é que o encontro, que será virtual e em 20 de abril, também revele novidades sobre a próxima geração de Airpods

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies