Menu
2019-11-08T16:15:32-03:00
Estadão Conteúdo
Pauta importante no radar

Autonomia do Banco Central poderá ser votada ainda neste ano, diz Campos Neto

Banqueiro central contou a empresários que conversou ontem com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, sobre o tema

8 de novembro de 2019
16:15
Roberto Campos Neto
Imagem: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, disse nesta sexta-feira, 8, que a autonomia da instituição poderá ser votada ainda neste ano. Falando em São Paulo para um grupo de empresários italianos, o banqueiro central contou que conversou ontem com o presidente da Câmara dos Deputados , Rodrigo Maia (DEM-RJ) sobre o tema.

"Vamos tentar votar a autonomia do Banco Central este ano", disse Campos Neto.

Ele acrescentou que um banco central com autonomia confere mais confiança à economia.

Criptomoedas

O presidente do Banco Central disse ainda considerar as criptomoedas como uma boa ideia, mas que há um problema ao "interoperar" as transações internacionais. Para ele, a moeda digital surgiu na esteira de uma falha dos bancos centrais de pensarem em como se daria a intermediação financeira no futuro.

"Sempre acompanhei criptomoedas, vejo que na verdade esse produto visa atender uma pessoa que quer um sistema de pagamento rápido, seguro, transparente e barato. Se a gente conseguisse que o mundo todo fosse um país só e tivéssemos esses quatro itens, não teria porque não ter moeda digital. O grande problema é interoperar isso com compras internacionais", comentou o presidente do BC.

Abertura de instituições financeiras

O presidente do Banco Central afirmou que está na agenda da autoridade monetária identificar os motivos pelos quais é difícil abrir uma instituição financeira no Brasil. Ele ponderou que parte do problema é relacionado ao câmbio - o que já teria sido endereçado, segundo ele -, mas outra parte é tributária, que está fora da alçada do BC, mas já estaria sendo olhado pela equipe econômica.

Ele destacou, ainda, que o BC já tem direcionado ações no sentido de diminuir a diferença de tratamento entre capital privado e público. "Vamos tratar o capital privado igual ao público. Mas isso não significa que o processo de abertura de um banco no Brasil seja fácil. Tem uma parte legal complexa", disse.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

polêmica

Governo barra novo cadastro para auxílio

A estratégia do governo já desperta críticas de organizações da sociedade civil, que consideram urgente a abertura de um novo prazo para pedidos de auxílio

Tombo grande

Elon Musk perde US$ 27 bilhões em uma semana após tombo da Tesla

Mesmo com o tompo gigantesco, Musk segue como segundo homem mais rico do mundo, atrás apenas de Jeff Bezos, o fundador da Amazon

Expansão

3R Petroleum fecha parceria com DBO para aquisições de campos offshore

Com a parceria, a DBO se tornará acionista minoritária da OP, que seguirá sob controle da 3R

Boletim médico

Covid-19: mortes ultrapassam 264 mil e casos chegam a quase 11 milhões

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite deste sábado (6)

ESTRADA DO FUTURO

A mentira envolvendo o Clubhouse e o Tinder que rendeu 400% de valorização

Os mercados estão longe de serem perfeitos, e hoje vou te contar uma história real que envolve duas das empresas mais quentes no setor de mídias sociais: o “Clubhouse” e o “Tinder”.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies