Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-06-24T10:39:22-03:00
Estadão Conteúdo
mais um índice

Alimentos mais baratos arrefecem inflação ao consumidor no IGP-10

Dados foram divulgados nesta sexta-feira, 14, pela Fundação Getulio Vargas (FGV); Índice de Preços ao Consumidor (IPC-10) subiu 0,02% em junho

14 de junho de 2019
12:11 - atualizado às 10:39
mercado / inflação
O item hortaliças e legumes saiu de um aumento de 3,84% para redução de 5,75% no período.Imagem: Shutterstock

A redução nos preços dos alimentos arrefeceu a inflação ao consumidor dentro do Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) de junho, informou nesta sexta-feira, 14, a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-10) subiu 0,02% em junho, após uma elevação de 0,47% em maio. Seis das oito classes de despesa registraram taxas de variação mais baixas, com destaque para o grupo Alimentação, que passou de um avanço de 0,25% em maio para uma queda de 0,66% em junho.

O item hortaliças e legumes saiu de um aumento de 3,84% para redução de 5,75% no período.

Os demais decréscimos ocorreram nas taxas dos grupos Transportes (de 0,94% para -0,05%), Saúde e Cuidados Pessoais (de 0,88% para 0,41%), Despesas Diversas (de 0,69% para -0,31%), Comunicação (de -0,09% para -0,36%) e Vestuário (de 0,71% para 0,38%).

Houve influência dos itens gasolina (de 2,92% para 0,11%), medicamentos em geral (de 2,16% para 0,72%), bilhete lotérico (de 34,60% para -10,56%), pacotes de telefonia fixa e internet (de -0,39% para -1,51%) e roupas (de 0,90% para 0,43%).

Na direção oposta, as taxas foram mais elevadas nos grupos Educação, Leitura e Recreação (de 0,29% para 0,71%) e Habitação (de 0,26% para 0,37%), com contribuições dos itens passagem aérea (de -2,08% para 11,80%) e taxa de água e esgoto residencial (de 0,22% para 1,04%).

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

DUPLO DOWNGRADE

UBS rebaixa Vale (VALE3) de ‘compra’ para ‘venda’ e corta preço-alvo do ADR

Banco suíço considera que distribuição de dividendos pela mineradora brasileira torna-se menos atraente com a cotação do minério de ferro abaixo de US$ 100

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro abre em queda com susto de aumento de imposto e exterior negativo; dólar também recua

A medida pegou os investidores de surpresa e o vencimento de opções em Nova York coloca o exterior sob pressão

O melhor do seu dinheiro

Uma ação para lucrar com a crise hídrica, Bolsonaro eleva IOF, dividendos da Vale e outras notícias do dia

Não é de hoje que o Brasil sofre com risco de apagão e racionamento de energia. Em 2001, o país precisou recorrer a blecautes programados e obrigar famílias e empresas a economizarem energia elétrica sob pena de aumentos pesados na conta de luz. Quem viveu a época lembra bem das trocas de lâmpadas incandescentes por […]

Coluna do jojo

Bolsa hoje: dia de bruxaria nos mercados e um novo IOF para chamar de seu

Novo decreto presidencial aumentou as alíquotas do IOF sobre as operações de crédito para as pessoas físicas e jurídicas de 20 de setembro até 31 de dezembro. Se esta notícia é negativa e pode cair mal na bolsa nacional hoje, temos também a digestão da aprovação da PEC dos Precatórios

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: aumento de IOF pega investidor de surpresa e vencimento de opções no exterior deve movimentar bolsa hoje

O dia deve contar com alta volatilidade nos mercados internacionais, com o quadruple witching e o investidor fica de olho na nova medida do governo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies