Menu
2019-06-19T13:12:41-03:00
Estadão Conteúdo
Nova Previdência

Substitutivo da reforma da Previdência tem impacto fiscal relevante, diz Marinho

Texto de Moreira foi criticado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, que disse que o Congresso acabou cedendo a pressões externas e a equipe econômica tenta reverter alguns pontos que foram alterados pelo relator

19 de junho de 2019
13:12
Rogério Marinho
Rogério Marinho - Imagem: Wilson Dias/Agência Brasil

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, disse que o texto do relator da reforma, Samuel Moreira (PSDB-SP), tem impacto fiscal relevante e ainda preserva parte importante das mudanças propostas pelo governo. "Evidente que essas alterações que foram feitas são frutos dessas tratativas feitas dentro parlamento e têm de ser respeitadas", afirmou.

Ele, no entanto, acredita que outras mudanças ainda podem ser feitas no relatório. "O jogo ainda está sendo jogado. Temos aí um período para que o relator possa se debruçar e fazer outras mudanças. O processo ao fim e ao cabo vai ser satisfatório", disse ele nesta quarta-feira, 19, na audiência pública na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado.

O texto de Moreira foi criticado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, que disse que o Congresso acabou cedendo a pressões externas e a equipe econômica tenta reverter alguns pontos que foram alterados pelo relator.

Antes destes comentários sobre o relatório, porém, Marinho falou sobre a situação fiscal dos Estados, que acabaram ficando de fora do texto do relator. "A situação dos Estados está cada vez mais difícil de se administrar", disse. "Os Estados não têm condições de fazer o que a população peticiona", afirmou, citando saúde, infraestrutura, emprego e renda.

Devedor contumaz

O secretário especial da Previdência e do Trabalho afirmou também que o deputado Arthur Oliveira Maia (DEM-BA), pode relatar na Câmara, o projeto de lei 1646/19, do Executivo, que tem o objetivo de punir o devedor contumaz da Previdência. Segundo Marinho, a matéria engloba o conjunto de medidas enviadas pelo governo para acompanhar a reforma da Previdência, assim como a medida provisória 871 sobre fraudes no INSS.

"O PL recrudesce a cobrança contra grandes devedores", disse o secretário. "Esperamos que essa lei permita agilizar esse tema", comentou.

Arthur Maia foi o relator da reforma da Previdência que tramitou na legislação passada na Câmara.

Uma comissão especial para tratar do projeto já foi criada na Câmara, mas ainda não foi instalada. O colegiado está recebendo a indicação e partidos para os membros para composição.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

MERCADOS HOJE

Ibovespa ignora tensão em Brasília e busca romper marca histórica; dólar recua

Exterior positivo traz fôlego aos negócios locais, mas problemas em Brasília persistem

Exile on Wall Street

Bolsa não precisa de motivos para subir e os ganhos acontecerão – mesmo no pior cenário

Do fim de fevereiro até este meio de abril, o Ibovespa retomou os 120 mil pontos rapidamente, e sem qualquer utopia. Isso nos traz uma importante lição enquanto investidores agnósticos: a Bolsa não precisa de motivos para subir. Repita o mantra: não precisa de motivos para subir, não precisa de motivos… assim como você não […]

Taxa zero pra todo o lado

Easynvest zera taxa de corretagem para maioria das operações com ações, BDRs e opções

A corretora digital já não cobrava por investimentos em renda fixa e agora quer expandir essa ideia para ações, BDRs e opções do aplicativo

O melhor do Seu Dinheiro

A magia dos dados da Boa Vista, Arezzo, Hering e outros destaques do dia

No começo do ano, vazaram na internet dados de mais de 220 milhões de brasileiros, incluindo CPF, nome, endereço e renda. O número é maior que o da população brasileira porque o arquivo incluía pessoas que já faleceram. Mas não são apenas criminosos que espalham referências sobre quem somos por aí. Todos os dias nós […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies