Menu
2019-07-11T10:48:15-03:00
Estadão Conteúdo
na onda da Previdência

Revista Forbes: Para Wall Street, ‘o Brasil está de volta’ aos negócios

Autor da análise lembra que a gestora BlackRock adotou recomendação “overweight”, ou seja, acima da média de mercado para o Brasil, mas pondera que os dados econômicos contemporâneos “não são inteiramente impressionantes”

11 de julho de 2019
10:48
Cristo Redentor
Vista aérea do Cristo Redentor - Imagem: Shutterstock

Ilustrada pela imagem do Cristo Redentor, uma análise publicada no site da revista Forbes declara que, para Wall Street, o Brasil "está de volta" aos negócios. O fator mais destacado para explicar a afirmação é, evidentemente, o avanço da tramitação da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados.

Na avaliação de Kenneth Rapoza, o rali recente do Ibovespa, "que está batendo todos os mercados emergentes", é "todo graças a um antes impopular projeto de lei de reforma das aposentadorias, pelo qual dezenas de milhares foram às ruas no fim do mês passado em apoio ao esforço do novo presidente (Jair Bolsonaro) para mudar o claudicante sistema público de pensões do Brasil".

O autor da análise lembra que a gestora BlackRock adotou recomendação "overweight", ou seja, acima da média de mercado para o Brasil, mas pondera que os dados econômicos contemporâneos "não são inteiramente impressionantes". "Bancos vêm revisando o crescimento econômico para baixo o ano todo. Investidores estão deixando de olhar para os fundamentos e apostando em um voo de cruzeiro daqui para a frente por causa da reforma previdenciária."

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Setor em crescimento

Produção de petróleo e gás no Brasil sobe 4,5% em abril, revela ANP

Volume chegou a 3,798 milhões de barris no mês passado, e pré-sal responde por 72,7% do total produzido

queda na produção

Zona do euro entra em 2ª recessão técnica em um ano

Ambas as variações confirmaram estimativas preliminares do fim de abril e vieram em linha com as expectativas de analistas consultados pelo The Wall Street Journal

reduzindo participação

Participação da Petrobras em investimentos no PIB caiu para 3,8% em 2020, mostra levantamento

Em 2014, a participação na FBCF da estatal era de 7,6%, passando para 3,8% em 2020, segundo levantamento do economista Cloviomar Caranine

Operação confirmada

CSN protocola pedido de registro de IPO de sua unidade de cimentos

A oferta inicial da CSN Cimentos havia sido aprovada pelo conselho de administração no final de abril. Intervalo de preço por ação ainda será definido

MAIS PERTO DO CÉU

Ibovespa segue flertando com topo histórico, mas manter ‘otimismo cauteloso’ nunca é demais

Em dia de agenda fraca e exterior positivo, CPI da pandemia é o principal risco de água no chopp da B3

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies