🔴 +35 RECOMENDAÇÕES DE ONDE INVESTIR EM MARÇO – VEJA GRATUITAMENTE

Cotações por TradingView

O que o mercado espera para a Previdência? Pelotão do ‘centro’ vê aprovação em setembro e economia de R$ 650 bi

Pesquisa da Bloomberg mostra concentração das projeções sobre a economia possível com a Nova Previdência (56% do total) entre R$ 600 bilhões e R$ 700 bilhões ao longo de 10 anos. Os parâmetros mínimo e máximo são de, respectivamente, R$ 300 bilhões e R$ 900 bilhões.

26 de abril de 2019
12:53 - atualizado às 13:11
bolsonaro-maia-guedes-onyx
Bolsonaro entrega projeto de reforma da Previdência ao Congresso - Imagem: Marcos Corrêa/Presidência da República

Apostar é um verbo que qualquer um de nós conjuga com facilidade. Tudo bem, sei que é exagero...mas passamos a vida apostando. Quando pequenos, apostamos que o coleguinha da escola é “chorão” ou que o nosso vizinho “tampinha” vai quebrar o brinquedo primeiro. Na adolescência, quem nunca apostou que poderia ganhar a namorada do amigo ou passar entre os primeiros colocados no vestibular para engenharia ou (até!) medicina? Quando adultos, apostamos na loteria, no grande amor da nossa vida, no casamento perfeito, no trabalho dos sonhos... Você há de concordar que, em qualquer idade, apostamos pra valer que nosso time será campeão!

Tem quem chame aposta de expectativa e expectativa de projeção. Mas aposta é um palpite, expectativa é algo que se dá (quase) como certo e projeção, no sentido estatístico, é uma expectativa calculada com base em hipóteses ou em determinadas condições.

Veja você, o ministro da Economia, Paulo Guedes, esperava que a reforma poupasse R$ 1,1 trilhão ao longo de 10 anos de vigência da Nova Previdência. Alteradas as projeções de alguns indicadores é possível contar com economia um pouco maior, de R$ 1,236 trilhão, anunciou o governo. Mas Edu Campos, que acompanhou a abertura de dados usados na construção da proposta conta que há um risco real de o governo perder um terço disso já na largada das negociações caso o Centrão leve adiante sua estratégia de desidratação do texto.

Ontem, em café com jornalistas, o presidente Jair Bolsonaro atirou distraidamente no pé de Paulo Guedes ao afirmar que o ministro aceita economia de R$ 800 bilhões...O resultado final vai depender, de fato, das alterações que poderão ser feitas pelos parlamentares durante as discussões do projeto na comissão especial, em maio e junho. Esse prazo foi sinalizado, ontem, pelo presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ).

O olhar de 30 instituições

A abertura dos dados pelo governo poderá levar especialistas do setor privado à revisão de suas projeções. Mas a pesquisa da Bloomberg com 30 instituições – divulgada ainda com as informações sob sigilo determinado pelo Ministério da Economia – é importante referência para o mercado.

A pesquisa mostra concentração das projeções sobre a economia possível com a Nova Previdência (56% do total) entre R$ 600 bilhões e R$ 700 bilhões ao longo de 10 anos. Os parâmetros mínimo e máximo são de, respectivamente, R$ 300 bilhões e R$ 900 bilhões.

Nenhuma das instituições consultadas pela agência apostou em R$ 1 trilhão de economia, a meta apresentada por Guedes pelo menos desde que se tornou ministro de Bolsonaro.

Dentre as 30 casas ouvidas pela Bloomberg, a estimativa de maior economia com a reforma, é a do Bradesco, de R$ 900 bilhões. Contudo, o banco trabalha com uma banda e, o valor mínimo calculado é R$ 600 bilhões.

A projeção mais modesta entre todas as instituições consultadas é a da RBC Capital Markets, também apresentada em banda, de economia possível entre R$ 300 bilhões de R$ 400 bilhões em 10 anos.

Uma outra leitura das expectativas de instituições financeiras quanto a Nova Previdência leva em conta o tempo que o Congresso Nacional deverá levar para concluir a votação do texto – alterado ou não durante sua tramitação na Câmara e no Senado.

Das 30 casas consultadas, 60% contam com resultado final em agosto ou setembro. As demais que compõem os 40% restantes dividem-se entre as mais otimistas e as pessimistas: 20% consideram possível a reforma estar totalmente aprovada até julho e 20% consideram factível a aprovação nas duas casas do parlamento entre outubro e dezembro.

No pelotão do “centro”, que reúne a maioria ou 18 das 30 instituições ouvidas pela Bloomberg, estão os maiores bancos brasileiros.

Compartilhe

Internacionalização

Práticas e acessíveis, contas em dólar podem reduzir custo do câmbio em até 8%; saiba se são seguras e para quem são indicadas

9 de setembro de 2022 - 6:30

Contas globais em moeda estrangeira funcionam como contas-correntes com cartão de débito e ainda oferecem cotação mais barata que compra de papel-moeda ou cartão pré-pago. Saiba se são para você

Valuation

BofA dá sinal verde para BTG (BPAC11) e recomenda compra do papel. Mas XP segue no amarelo

6 de setembro de 2022 - 16:27

Para o BofA, o BTG pactual está bem posicionado para apresentar resultados financeiros fortes nos próximos anos

ANOTE NO CALENDÁRIO

Atenção, investidor: Confira como fica o funcionamento da B3 e dos bancos durante o feriado de 7 de setembro

6 de setembro de 2022 - 11:29

Não haverá negociações na bolsa nesta quarta-feira. Isso inclui os mercados de renda variável, renda fixa privada, ETFs de renda fixa e de derivativos listados

Recadinho

Indireta para o Nubank? Itaú diz que “é muito fácil crescer oferecendo preços baixos e subsidiados para atrair clientes”

1 de setembro de 2022 - 10:43

Executivos do Itaú avaliam que alta dos juros tem feito os problemas dos grandes bancos se estenderem à nova concorrência

ARRUMANDO A CASA

Itaú (ITUB4) vai propor reorganização societária aos acionistas; banco deve assumir parte das atividades do Itaucard

31 de agosto de 2022 - 19:55

Segundo a instituição financeira, a reorganização faz parte da estratégia de “racionalização do uso dos recursos e otimização das
estruturas e negócios”

MUDANÇAS

Banco Bmg (BMGB4) faz reorganização societária e cria nova área de seguros

31 de agosto de 2022 - 10:22

Bmg (BMGB4) também anunciou a criação de uma nova holding chamada Bmg Seguradoras, que será subsidiária desta área de seguros

Marketplace

Itaú (ITUB4) entra na disputa das vendas online com shopping virtual; Magazine Luiza está entre os primeiros parceiros

29 de agosto de 2022 - 14:18

A intenção do Itaú é de que a nova loja virtual funcione como um ecossistema de compras de produtos e serviços

ATENÇÃO, ACIONISTA!

Dividendos e JCP: Banco do Brasil (BBAS3) anuncia pagamento de R$ 781 milhões em proventos; confira prazos

26 de agosto de 2022 - 18:54

A distribuição do montante será feita em antecipação ao terceiro trimestre de 2022, de acordo com informações do próprio banco

Market Makers

Banco do Brasil (BBAS3) está ‘ridiculamente barato’, diz Sara Delfim, da Dahlia

25 de agosto de 2022 - 18:00

Analista e sócia-fundadora da Dahlia Capital, Sara Delfim retorna ao Market Makers ao lado de Ciro Aliperti, da SFA Investimentos, para detalhar suas teses de investimento

Viva México

Se cuida, Nubank: Bradesco compra instituição no México e vai lançar conta digital no país

25 de agosto de 2022 - 12:08

Com a aquisição, o Bradesco terá licença para atuar como se fosse um banco digital no México. O país é um dos focos de expansão do Nubank

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies