Menu
2019-04-20T14:22:26-03:00
Estadão Conteúdo
Reformas

Maia diz a jornal que Previdência vai atrasar se governo não enviar proposta sobre militares

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia disse governo e seus apoiadores precisam usar as redes socais para defender reforma

25 de fevereiro de 2019
9:57 - atualizado às 14:22
Rodrigo Maia
Rodrigo Maia - Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse que se o governo não enviar a proposta de reforma da Previdência dos militares, a tramitação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que muda as regras da aposentadoria para os trabalhadores civis vai atrasar. Segundo Maia, a votação do texto da PEC no plenário deve acontecer em junho.

"Disse ao Onyx [Lorenzoni, ministro da Casa Civil] que se não encaminhar, vai atrasar. O governo pode ficar tranquilo que votaremos as duas na mesma semana no plenário, não há chance de votar uma e deixar outra parada", afirmou, em entrevista ao jornal Valor Econômico.

"Não mandaram a dos militares. Então, na semana que vem, mesmo que chame para instalar as comissões, não vai [acontecer]", reforçou.

Sobre o tipo de sistema de capitalização, o presidente da Câmara opinou que tem de ser um sistema misto.

"Um sistema puro de capitalização, em uma País com tanta desigualdade e miséria, é difícil."

Maia também sugeriu que o deputado Mauro Benevides (PDT-CE) pode ser escolhido para presidir a comissão especial que vai discutir o tema.

"Se avançar já na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) para alguns pontos bem claros de convergência entre a posição do PDT e a nossa, seria muito bom que o PDT pudesse presidir a comissão com o Mauro, que entende do tema e defenderá 90% do que está colocado."

O presidente da Câmara ainda disse que o governo e seus apoiadores precisam usar as redes para defender a reforma da Previdência.

Segundo ele, o presidente Jair Bolsonaro precisa rebater o vídeo em que diz que era contra a idade mínima. Maia completou que se o governo não entrar no enfrentamento nas redes, há grande risco de perder votos no Congresso.

Em relação aos temas que podem ser discutidos no plenário até votar a reforma, Maia citou a autonomia do Banco Central, mas disse que antes é preciso entender qual é o tamanho da base do governo.

Já sobre a tramitação dos projetos anticrime, Maia disse que pode criar uma comissão especial, mas que tem que discutir outros temas antes, como o abuso de autoridade. Segundo ele, quando os temas chegam com força, ou são votados rapidamente ou "depois morrem".

"Dá para votar. Se a linha não for a criminalização da política, não vejo problema de andarem", afirmou ele, que disse que a Câmara quer votar a regulamentação do caixa dois e do lobby

Bebianno

Sobre a forma que o Gustavo Bebianno, ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência, foi demitido, Maia avaliou que não foi boa e que, se esse tipo de episódio se repetir, pode prejudicar a relação de confiança com os deputados.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Triste marca

Brasil registra mais de 500 mil mortos por covid-19

Em 24 horas foram 2.301 óbitos e 82.288 novos casos. Em nota, Conass ressalta que o Brasil tem 2,7% da população mundial, e é responsável por 12,8% das mortes

Here comes the sun

Energia solar ruma para liderança no País até 2050

O sol será responsável por 32% da geração, ao mesmo tempo em que a participação das hidrelétricas deve cair para cerca de 30%

ESTRADA DO FUTURO

Os três setores mais lucrativos em tecnologia, e por que você deve investir neles

Integração entre softwares e Inteligência Artificial são dois dos segmentos que devem fazer parte de qualquer portfólio de investimentos vencedor

Ano de eleição

Promessas de Bolsonaro estouram “folga” do Orçamento em 2022

A ampliação do Bolsa Família e um eventual aumento de 5% nos salários do funcionalismo público já superam o espaço adicional de R$ 25 bilhões para o próximo ano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies