Menu
2019-04-04T14:25:32-03:00
Estadão Conteúdo
Estimativas

Itaú prevê economia de R$ 1,05 trilhão com novo desenho da previdência

Maior parte do impacto viria da instituição de uma idade mínima de aposentadoria e da regra de transição para os segurados que já estão no mercado de trabalho

6 de fevereiro de 2019
8:42 - atualizado às 14:25
Carteira de trabalho, desemprego
Imagem: Camila Domingues/ Palácio Piratini/ Fotos Públicas

O desenho da reforma da Previdência, divulgado na última segunda-feira, 4, implica numa economia de R$ 1,05 trilhão em 10 anos, segundo cálculos do Itaú obtidos com exclusividade.

A maior parte do impacto viria da instituição de uma idade mínima de aposentadoria e da regra de transição para os segurados que já estão no mercado de trabalho.

O valor calculado pelo banco está próximo das estimativas da área econômica, segundo apurou a reportagem. O ministro da Economia, Paulo Guedes, citou simulações para a proposta de reforma que indicam economia de R$ 1 trilhão em uma década.

Segundo o Itaú, o impacto da minuta é 20% superior ao da proposta original do ex-presidente Michel Temer (R$ 850 bilhões) e 80% superior ao texto que tramita atualmente no Congresso Nacional (R$ 550 bilhões). O Itaú destaca a tentativa da equipe econômica de tirar da Constituição a definição de requisitos específicos para a aposentadoria, permitindo assim que eles sejam modificados por meio de lei complementar.

As principais alterações de conteúdo, na avaliação do Itaú, foram o encurtamento da regra de transição, o aumento do tempo mínimo de contribuição do INSS de 15 para 20 anos, a mudança nas regras de aposentadoria rural e a desvinculação dos benefícios assistenciais do salário mínimo. O banco também destaca a exigência mais dura (com o cumprimento da idade mínima de 65 anos) para que servidores públicos se aposentem mantendo direito ao último salário da carreira (integralidade) e a reajustes iguais aos da ativa (paridade).

Na avaliação dos analistas do banco, ainda que a proposta sofra alterações antes de ser efetivamente enviada ao Congresso Nacional, "o prato principal" da reforma da Previdência é instituir idade mínima e combater privilégios. Por isso, a percepção é de que uma proposta que garanta economia entre R$ 550 bilhões e R$ 1 trilhão já será bastante positiva para sinalizar melhoria do panorama fiscal do País.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Parceria

Klabin firma acordo com Timo para constituir SPE na área florestal

O objetivo principal da SPE será a exploração da atividade florestal no Estado de Santa Catarina.

Vai vir antes?

Ata do Copom leva bancos a antecipar início de alta da Selic

Segundo a ata, parte dos integrantes do Copom já considerava a necessidade de mexer na Selic por fatores como a elevação da inflação.

Impacto

Confiança do comércio da FGV cai 0,9 ponto em janeiro ante dezembro (90,8 pontos)

Em médias móveis trimestrais, o indicador recuou 1,7 ponto, na terceira queda seguida.

quer investir?

Locaweb desdobra ações para facilitar entrada de novos acionistas

Papéis serão desdobrados na proporção de um para quatro novos, depois de acumularem alta de mais de 400% desde estreia

o melhor do seu dinheiro

Bitcoin: novos investidores te podem curtir numa boa

Tal como Caetano ao encarar Sampa, chamei de mau gosto o que vi quando tomei conhecimento do bitcoin pela primeira vez. Afinal, que valor poderia ter uma autoproclamada moeda criada por um programador anônimo e que não era reconhecida por nenhum governo? Ainda não havia para mim o Seu Dinheiro, e toda a referência que […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies