Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-08T14:22:07-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
olho na estatal

Após superar revés, Petrobras inicia oferta de R$ 3 bilhões em debêntures

CVM chegou a suspender oferta; Remuneração ficou definida em 3,60% ao ano na primeira série e 3,90% ao ano na segunda, com atualização monetária

8 de outubro de 2019
13:05 - atualizado às 14:22
Sede da Petrobras, no Rio de Janeiro
Sede da Petrobras, no Rio de Janeiro - Imagem: Shutterstock

A Petrobras começou nesta terça-feira, 8, uma oferta pública de distribuição de R$ 3 bilhões em debêntures -  considerando os lotes adicionais. Esse é a sétima emissão feita pela companhia.

As debêntures são títulos de dívida emitidos por empresas para investidores no mercado de capitais. Ou seja, trata-se de uma forma alternativa de captação de recursos além dos tradicionais empréstimos bancários.

No caso dessa oferta da Petrobras, cada debênture vale R$ 1 mil. A remuneração ficou definida em 3,60% ao ano na primeira série e 3,90% ao ano na segunda, com atualização monetária.

O vencimento da primeira série será em 15 de setembro de 2029 e da segunda série em 15 de setembro de 2034. Segundo a empresa, os recursos serão utilizados no programa de exploração e desenvolvimento da produção de campos da cessão onerosa.

A sétima emissão de debêntures chegou a ser suspensa após declarações na mídia da diretora de Relações com Investidores da Petrobras, Andrea Almeida. Na ocasião, Almeida havia concedido uma entrevista para a XP Investimentos, uma das coordenadoras da oferta de debêntures.

Mas em 12 de setembro a própria autarquia revogou o bloqueio, após a Petrobras retirar a entrevista da diretora do ar e divulgar um comunicado ao mercado reforçando que o processo de esttomada de decisão de investimento e participação na oferta seria baseado nas informações constantes dos Prospectos e do Formulário de Referência.

Nesta terça-feira, 8, as ações ordinárias da estatal PETR3 eram negociadas a R$ 28,59, numa alta de 0,63%. Veja nossa cobertura de mercados. 

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Privatização dos correios

Câmara dá início à sessão que discute privatização dos Correios; acompanhe

A venda da estatal está prevista no Projeto de Lei 591/21, do Poder Executivo; a proposta permite a transformação dos Correios em empresa de economia mista

Alta (segura) dos papéis

Parceria com o Grupo Caoa faz ações da seguradora Wiz (WIZS3) subirem mais de 5%; confira detalhes do acordo

A empresa celebrou uma parceria comercial contratual com prazo de vigência de 12 meses com a Caoa Corretora de Seguros, por meio de sua controlada Wiz Conseg

Primeiro dia

Ação da Raízen (RAIZ4) estreia na bolsa em alta de mais de 1%

Pouco depois da abertura, porém, papel retornou para a faixa de preço do IPO; maior abertura de capital do ano na B3 movimentou R$ 6,9 bilhões

Depois dos resultados, a bonança

Opções de Petrobras disparam até 540% em 1 dia com lucro e dividendo bilionários

O lucro acima do esperado pelo mercado no segundo trimestre deste ano e a antecipação de R$ 31,6 bilhões em dividendos animaram a bolsa

Deixa para outra hora!

Mudança de planos: instabilidade no mercado faz Athena desistir de IPO bilionário; saiba os detalhes

Em maio, a companhia de saúde já havia pedido a suspensão do IPO por 60 dias, por conta da volatilidade alta do mercado. Na última quarta-feira, 04, oficializou a desistência do pedido de registro de oferta pública

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies