IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2019-04-04T15:56:41-03:00
Estadão Conteúdo
Corrupção

PF deflagra 60ª fase da Lava Jato e mira operador financeiro ligado à Odebrecht e ao PSDB

Operação apura lavagem de dinheiro envolvendo a Odebrecht por meio de atuação de operadores financeiros

19 de fevereiro de 2019
9:09 - atualizado às 15:56
odebrecht
Odebrecht - Imagem: Shutterstock

A Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Receita abriram nesta terça-feira, 19, a Operação Ad Infinitum, 60ª fase da Lava Jato.

Um total de 46 policiais federais cumprem 12 mandados de busca e apreensão e uma ordem de prisão preventiva nas cidades de São Paulo, capital, São José do Rio Preto, Guarujá e Ubatuba.

O alvo é o operador financeiro já indiciado em outras fases da Lava Jato e suspeito de ter fornecido grande parte dos recursos para a Odebrecht, Paulo Vieira de Souza. Ele também foi operador do PSDB.

Os mandados foram expedidos pela 13ª. Vara Federal de Curitiba-PR. Souza foi preso ainda nesta manhã.

Em nota, a PF informou que o objetivo foi apurar a existência de um complexo e sofisticado método de lavagem de dinheiro envolvendo o repasse de quantias milionárias ao chamado Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, por meio da atuação de operadores financeiros, entre os anos de 2010 a 2011, para que a empresa irrigasse campanhas eleitorais e efetuasse o pagamento de propina a agentes públicos e políticos aqui no Brasil.

O nome da operação remete ao fato de o caso parecer tratar de mais uma repetição do modo de atuação de alguns integrantes da organização criminosa, remetendo a um ciclo criminoso que nunca termina. Também foi determinada ordem judicial de bloqueio de ativos financeiros dos investigados.

As investigações tiveram início a partir de depoimentos e colaborações colhidas dos próprios funcionários da Odebrecht e de doleiros investigados em fase anteriores da operação e permitiu apurar que, entre os anos de 2010 e 2011, um dos investigados mantinha em território brasileiro cerca de R$ 100 milhões em espécie, relativamente aos quais, conseguiu, ao longo deste período, repassar ao Setor de Operações Estruturadas da empreiteira, a fim de possibilitar que esta fizesse caixa para financiamento de campanha eleitorais e pagamento de propina a agentes públicos.

Para tanto, a fim de ver recebido o dinheiro de volta, após o empréstimo ilícito, o investigado principal se valeu de cooperação de operadores financeiros que atuavam lavando dinheiro devolvidos pela Odebrecht através de empresas e contas no exterior que passavam assim a justificar os recursos usados indevidamente.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Cortou demais?

Após demitir mais da metade dos funcionários do Twitter, Elon Musk avisa: “Estamos contratando”

27 de novembro de 2022 - 15:40

Em postagem na rede social, Musk também revelou alguns pontos-chave de como funcionará o chamado Twitter 2.0

Varejo online

Black Friday teve vendas mais fracas no e-commerce neste ano, apontam consultorias

27 de novembro de 2022 - 13:01

Especialista diz que é preciso considerar que, neste ano, o cenário pandêmico possibilitou abertura de lojas físicas, o que pode ter afetado as vendas online

Alívio para o bolso

Preço da gasolina para de subir após 6 semanas de alta

27 de novembro de 2022 - 10:22

De acordo com a ANP, preço médio do litro de gasolina nas bombas foi de R$ 5,04 na semana entre os dias 20 e 26 de novembro

Acumulou!

Ninguém acerta apostas e Mega-Sena, Lotofácil e Quina acumulam; confira como aumentar suas chances de ganhar

27 de novembro de 2022 - 8:22

Embora ninguém tenha acertado as apostas principais, alguns sortudos quase chegaram lá — confira os números sorteados

IVAN SANT'ANNA

Lula x Mercado: quem vence essa batalha?

27 de novembro de 2022 - 8:11

Recém eleito para um terceiro mandato como presidente, Lula tem dado declarações que desagradaram o mercado. É possível um consenso?

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies