Menu
2019-09-30T14:03:44-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
parceria

Nubank anuncia conversão de pontos para programa de milhas Smiles, da Gol

De acordo com a empresa, adesão é opcional; cada quatro reais gastos no cartão Nubank, o cliente tem direito a uma milha

30 de setembro de 2019
13:53 - atualizado às 14:03
Cartão e aplicativo do Nubank
Cartão e aplicativo do Nubank - Imagem: Shutterstock

O Nubank anunciou que permitirá a conversão dos pontos do programa de benefícios do seu cartão de crédito para o Smiles - o programa de milhas da GOL.

Segundo a empresa, a transferência será disponibilizada aos poucos para todos os clientes a partir desta segunda-feira, 30, e sem obrigatoriedade de quantidade mínima de pontos.

De acordo com o Nubank, a cada quatro reais gastos no cartão Nubank o cliente tem direito a uma milha. A conversão leva em conta o valor do dólar turismo, hoje cotado a R$ 4.

Segundo o banco, a participação no programa de benefícios do cartão é opcional – quem não aderir continua com o cartão de crédito Nubank sem anuidade. Para os assinantes, o custo é de R$ 19 mensais (ou R$ 190 à vista, no plano anual).

Vale lembrar: a empresa reportou um prejuízo semestral de R$ 139,5 milhões no último semestre. A cifra foi 174% maior do que o mesmo período do ano passado. Mas o Nubank disse que a perda foi "proposital".

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Energia elétrica

Aneel retira de pauta reajuste da Cemig e prorroga vigência de tarifas atuais

Com isso, as tarifas atuais serão prorrogadas até 30 de junho

Pessimismo aumenta

IIF passa a prever que PIB do Brasil terá contração de 6,9% em 2020

Em relatório divulgado nesta terça-feira, 26, a instituição explica que a crise terá efeitos duradouros para o País

Mais alívio no câmbio

R$ 5,35: com uma ajuda do exterior, o dólar zerou os ganhos no mês e virou para queda

O clima tranquilo visto nos mercados globais abriu espaço para mais uma queda no dólar à vista — a sexta nas últimas sete sessões. Com isso, a moeda americana voltou aos níveis do fim de abril, afastando-se cada vez mais do patamar dos R$ 6,00

Títulos públicos

Tesouro Direto tem emissão líquida recorde de R$ 1,57 bilhão em abril

Com a emissão recorde, o estoque do programa fechou abril em R$ 60,24 bilhões, um aumento de 3,1% em relação ao mês anterior (R$ 58,44 bilhões)

Em meio à pandemia

56,6 milhões de brasileiros já receberam auxílio emergencial, diz Caixa

Todos receberam o pagamento da primeira parcela do benefício, no valor total de R$ 39,9 bilhões, enquanto 44,2 milhões de brasileiros também já receberam a segunda parcela, em um total de R$ 30,9 bilhões

Em pronunciamento

Em pronunciamento, Maia faz convite à “pacificação dos espíritos”

Sem citar as crises institucionais do Executivo ou mesmo chefes de outros Poderes, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, fez um pronunciamento nesta terça-feira

Renda imobiliária

Vitreo lança primeira carteira de fundos imobiliários e quer captar R$ 100 milhões

Após colocar em operação sua distribuidora de valores no início de maio, a Vitreo lança sua primeira carteira administrada composta de diferentes fundos imobiliários

Esperanças para o fim da crise

Conheça três dos principais estudos que buscam uma vacina contra o coronavírus – e que mexem com o mercado

Notícias do avanço de pesquisas sobre vacinas contra o coronavírus costumam impactar o mercado, que espera ansiosamente por uma solução que permita uma retomada das economias

Coronavírus na estatal

Petrobras tem 181 empregados com covid-19 e 510 recuperados, diz MME

A empresa não registra nenhum óbito entre os seus contratados, segundo o MME

De mãos dadas

Ministros militares agora negociam com o Centrão

Partiu do general reformado Augusto Heleno Ribeiro, o atual ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), na convenção do PSL que confirmou a candidatura de Jair Bolsonaro ao Planalto em julho de 2018, um dos mais duros ataques ao Centrão. Agora, andam de mãos dadas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements