Menu
2019-06-05T08:39:07-03:00
Estadão Conteúdo
mais uma novidade do roxinho

Cliente do Nubank terá nova opção de aplicação

Nubank afirma que vai permitir liquidez diária para os Recibos de Depósito Bancário (RDB). Os valores poderão ser utilizados via transferência bancária, pagamento de boleto ou até mesmo o cartão de débito via Banco 24 Horas

4 de junho de 2019
8:00 - atualizado às 8:39
Cartão da fintech Nubank
Imagem: Divulgação

A partir de hoje, a startup de serviços financeiros Nubank vai oferecer uma nova opção de aplicação aos seus clientes: investimentos em Recibos de Depósito Bancário (RDB), que possuem rendimentos parecidos com o tradicional Certificado de Depósito Bancário (CDB) e cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) em até R$ 250 mil.

O RDB é também o primeiro produto oferecido pela NuFinanceira, criada pela startup após receber aval do Banco Central para se tornar uma instituição financeira, no fim de 2018. Por enquanto, a novidade estará disponível para uma fração dos 4,8 milhões de usuários da conta bancária da startup, a chamada NuConta. Segundo a empresa, o RDB chegará a todos os clientes em duas semanas.

A opção é a segunda oferta de investimentos do Nubank - desde 2017, a startup aplica automaticamente os depósitos dos usuários da NuConta em dois tipos de títulos públicos federais, atrelados à Selic e à Taxa Referencial. Como diferencial, a aplicação tinha liquidez diária, mas não contava com proteção do FGC. A partir de agora, o usuário poderá escolher em qual das duas opções deixará sua aplicação automática.

Para o consultor financeiro André Massaro, o RDB é uma boa opção para investidores que miram em baixo risco. "A diferença dos dois é que o RDB não possui liquidez nem permite transferência do papel", diz. "Assim, é necessário esperar um tempo para sacar os valores investidos nessa aplicação."

Questionado sobre o tema, o Nubank afirma que vai permitir liquidez diária para o RDB - os valores poderão ser utilizados via transferência bancária, pagamento de boleto ou até mesmo o cartão de débito via Banco 24 Horas. A garantia da liquidez, segundo a instituição, virá de seu próprio caixa, que será responsável pelos pagamentos.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Contra a pandemia

Câmara dos EUA aprova pacote de US$ 1,9 trilhão

Projeto de lei segue agora para o Senado

IPO registrado

Rio Branco Alimentos protocola pedido de registro de oferta pública de ações

Oferta será primária e terá como coordenador-líder o Citi, além da coordenação do Bank of America Merril Lynch e do BTG Pactual

Boleto salgado

Aneel mantém bandeira amarela em março; conta de luz continua com taxa adicional

É o terceiro mês consecutivo que o órgão regulador aciona bandeira neste patamar

Após críticas

Pisos de saúde e educação são mantidos na PEC emergencial

Desvinculação de despesas carimbadas com saúde e educação na União, Estados e municípios desencadeou enxurrada de críticas

5G

Empresas de telecom pretendem analisar edital detalhadamente

Objetivo é esclarecer como as companhias poderão participar corretamente do leilão

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies