Menu
2019-05-10T12:45:21-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Banco público

“Foi amor à primeira vista”, disse Bolsonaro, sobre relação com presidente da Caixa

Presidente disse que a imagem distorcida que tinha, não só dos funcionários da Caixa, mas também do Banco do Brasil e da Petrobras, decorria das indicações políticas, que acabaram no seu governo

10 de maio de 2019
10:40 - atualizado às 12:45
Bolsonaro tô casando com vocês congresso
Presidente Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados no dia de sua posse. "Tô casando com vocês", disse. - Imagem: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O presidente Jair Bolsonaro discursou de improviso em evento que a Caixa Econômica Federal faz anualmente para seus funcionários aqui em Brasília. Além de falar que sua relação com o presidente do banco, Pedro Guimarães, foi amor à primeira vista, disse que tem um “tsunami” para acontecer na semana que vem.

O presidente não explicou que tsunami seria esse, mas é possível inferir que seja a votação da medida provisória que faz uma reforma administrativa. Entre os pontos de maior desgaste na tramitação dessa matéria está a retirada do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Justiça.

“Temos alguns problemas? Sim. Talvez tenha um tsunami semana que vem. Mas a gente vence esse obstáculo com toda a certeza”, disse.

Bolsonaro foi muito aplaudido na sua chegada ao evento e depois de seu discurso "foi pra galera", pulando do palco para falar com a plateia, composta de gerentes e superintendentes da Caixa.

Ao longo de seu discurso, que tratou de sua trajetória política e de sua decisão de ser presidente, Bolsonaro se emocionou ao lembrar da facada que levou durante a campanha e foi, novamente, muito aplaudido.

Mais uma salva de palmas, essa de pé, aconteceu depois que Guimarães disse que tinha feito um crachá personalizado da Caixa para o presidente, que logo o vestiu.

Bolsonaro disse que a imagem distorcida que tinha, não só dos funcionários da Caixa, mas também do Banco do Brasil e da Petrobras, decorria das indicações políticas, que acabaram no seu governo. O presidente também pediu “produtividade na ponta da linha”.

Abertura de capital

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, falou primeiro e, depois de reforçar a boa relação que tem com o presidente, anunciou que teve início o processo para abertura de capital da operação de seguros do banco, que será realizada no segundo semestre.

Segundo Guimarães, os formulários e os convites aos bancos coordenadores estão sendo enviados.

Guimarães também anunciou o lançamento do cartão consignado, promessa feita em sua posse, enfatizando que a instituição vai focar as pessoas mais humildes, com crédito mais barato. Ele pediu a emissão de um cartão desses para Bolsonaro e que o presidente tome um crédito consignado.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Mais uma na área

FDA autoriza uso emergencial de vacina de dose única nos EUA

Imunizante é produzido pela Johnson & Johnson

Contra a pandemia

Matéria-prima para produção de 12 milhões de doses de vacina chega ao Rio

Total de efetivamente imunizados não chega a 1% da população brasileira

Acordo confirmado

Notre Dame Intermédica e Hapvida chegam a acordo para combinação de negócios

Ações da Notre Dame serão incorporadas pela Hapvida; acordo resultará em uma das maiores empresas de saúde do mundo

Sem trégua

Brasil passa de 254 mil mortes por covid-19

Número de casos da doença supera a marca de 10,5 milhões

Estrada do futuro

Em breve, você ganhará dinheiro investindo em uma Mona Lisa

Recebíveis de tecnologia, obras de arte, criptomoedas… o mundo dos investimentos está mudando numa velocidade avassaladora. E pela primeira vez na história os investidores individuais estão fazendo parte dessa mudança

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies