Menu
2019-11-01T09:35:51-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
bancão faz compras

Itaú Unibanco compra startup mineira por R$ 575 milhões

Com a aquisição da Zup, banco espera acelerar o desenvolvimento dos projetos de transformação digital e a oferta de produtos digitais

1 de novembro de 2019
9:28 - atualizado às 9:35
73342827_2683907618326271_2707705811857047552_n
Imagem: Zup / Divulgação / Facebook

O Itaú Unibanco anunciou nesta quinta-feira (31) que fechou a compra da Zup, uma startup de Minas Gerais que oferece serviços tecnológicos e já ajudou a desenvolver aplicativos para Vivo e Santander. O negócio é avaliado em R$ 575 milhões.

Com a aquisição, a empresa espera acelerar o desenvolvimento dos projetos de transformação digital e a oferta de novas funcionalidades e de produtos digitais aos seus clientes. Segundo o banco, a gestão e a condução dos negócios da Zup continuarão totalmente separadas e autônomas em relação ao Itaú.

A compra será em três etapas ao longo de quatro anos. Na primeira, o Itaú compra 51,0% do capital total e votante da Zup pelo valor aproximado de R$ 293 milhões, passando a deter o controle da companhia. No terceiro ano, após o fechamento da operação, o Itaú vai adquirir mais 19,6% de participação.

No quarto ano, o Itaú compra a participação restante dos acionistas de forma a alcançar 100% do capital total e votante da companhia. A conclusão da operação está sujeita às aprovações do Cade e do Bacen.

Olho nos negócios

Fundada em Uberlândia (MG) em 2011, a Zup oferece soluções tecnológicas de acordo com a necessidade de cada cliente. A startup tem mais de 900 colaboradores e sistemas que facilitam a integração de novos desenvolvimentos digitais com os sistemas corporativos legados.

O Itaú divulga os números do terceiro trimestre no próximo dia 4. No último balanço divulgado, o banco apresentou um lucro líquido de R$ 7,034 bilhões- alta de 10,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

A empresa também manteve por mais um trimestre a posição de mais rentável entre os gigantes do varejo bancário. O retorno sobre o patrimônio foi de 23,5%. No entanto, o crédito seguiu em ritmo mais lento que o esperado: o Itaú encerrou junho com R$ 659,7 bilhões em financiamentos.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Reverteu prejuízo

Vale termina 2020 com lucro de US$ 4,9 bilhões e aprova dividendos

Mineradora conseguiu reverter prejuízo do ano anterior e aprovou distribuição de dividendos, mas lucro trimestral veio abaixo do esperado pelo mercado

Risco fiscal

Efeito de fatiamento da PEC emergencial seria extremamente perverso, diz secretário do Tesouro

“Se for fatiado será pior para todos. Queremos dar o auxílio aos vulneráveis, mas também precisamos de um ambiente fiscalmente organizado para que a economia melhore”, disse Bruno Funchal

Nível pré-pandemia

Governo Central tem superávit de R$ 43,219 bilhões em janeiro

Após 11 meses consecutivos de rombos causados pelos gastos de enfrentamento à pandemia, contas do Governo Central voltam a ter superávit

Pagamentos e maquininhas

Lucro do PagSeguro soma R$ 430 mi no trimestre, maior da história da companhia

Entretanto, companhia com ações negociadas na Nasdaq teve queda no lucro em 2020

o melhor do seu dinheiro

Lá vem o Leão de novo…

Estamos naquela época do ano de novo: temporada de prestação de contas ao Leão! A Receita Federal acaba de divulgar as regras de preenchimento da declaração de imposto de renda 2021, que neste ano deverá ser entregue entre 1º de março e 30 de abril. Parece que foi ontem que estávamos fazendo o exercício cívico […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies