A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-05-13T11:46:34-03:00
Estadão Conteúdo
Entrevista

‘As pessoas têm a compreensão de que o sistema está quebrado’, diz Mário Mesquita

Para o economista-chefe do Itaú Unibanco, o grau de conscientização da população sobre Previdência está aumentando muito

13 de maio de 2019
11:46
Mario Mesquita, economista-chefe do Itaú Unibanco
Mario Mesquita, economista-chefe do Itaú Unibanco - Imagem: Solange Macedo/Itaú

O economista-chefe do Itaú Unibanco, Mário Mesquita, concedeu breve entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo sobre o cenário de poupança e Previdência do País. Segundo ele, "as pessoas têm a compreensão de que o sistema está quebrado" e de que "não se sustenta" no tempo.

Confira abaixo a entrevista.

O brasileiro ainda tem de aprender a poupar?

Há evidências de países asiáticos, e até mesmo o Brasil, de que a baixa renda também consegue poupar com planejamento. Acho que a gente passou por um período de democratização do crédito. E é natural que, nesse cenário, haja um predomínio do consumo presente em relação ao consumo futuro. Mas acredito que já houve um amadurecimento do consumidor brasileiro. Tanto que, mesmo com a taxa de juros no patamar atual (6,5% ao ano, o mais baixo da história), não está se vendo um "boom" de tomada de recursos no Brasil.

Se a política pública mudar, a disposição da população em poupar deve mudar?

Sim. Quanto mais a renda futura é garantida pelo Estado, menor o incentivo individual para poupar. O que as crises fiscais em nível estadual mostraram é que a garantia do Estado não é mais absoluta. O regime de benefício definido que a gente tem hoje só se materializa se a entidade mantenedora é solvente. Por enquanto, o governo tem resolvido essa questão com dívida, vendendo títulos a investidores. Mas isso tem limite. Se não tiver mais condições de tomar dívida para pagar aposentadorias, vai ter de fazer isso com inflação, imprimindo moeda.

O debate sobre Previdência no País está mais maduro?

O grau de conscientização da população sobre Previdência está aumentando muito. As pessoas têm a compreensão de que o sistema atual está quebrado e que não se sustenta no tempo. É claro que é mais fácil falar em termos difusos. Na hora de medir impactos, da discussão no Congresso, o apoio tende a cair.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) opera em queda antes de inflação nos EUA — entenda por que o dado é importante

9 de agosto de 2022 - 20:19

O índice de preços ao consumidor norte-americano (CPI, na sigla em inglês) de julho será divulgado na manhã de quarta-feira (10), e os mercados estão procurando provas de que a inflação nos EUA pode ter atingido o pico

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Inflação recua, Celsius dispara 50% e Direcional agrada; confira os destaques do dia

9 de agosto de 2022 - 19:21

A deflação registrada no mês de julho e a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária confirmaram o que o mercado financeiro já vinha precificando — a inflação não está mais no pior momento e o ciclo de aperto chegou ao fim.  Mas, se nos últimos dias, a tendência foi de fortes ganhos na bolsa […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa tem pregão instável, mas emplaca sexta alta consecutiva; dólar sobe

9 de agosto de 2022 - 18:48

O dia foi cheio de divulgações importantes no mercado doméstico, mas o Ibovespa acabou passando por uma realização dos lucros recentes

Balanço

XP tem queda nos ativos sob custódia, mas mercado de crédito fortalece as receitas no 2º trimestre

9 de agosto de 2022 - 17:49

Vale notar que durante a Expert XP 2022, que aconteceu na semana passada, notou-se uma presença expressiva de gestores de fundos de crédito no evento

REAÇÃO INESPERADA

Balanço da Direcional agrada analistas, mas ações recuam 5% hoje; é hora de aproveitar o “desconto” e comprar DIRR3?

9 de agosto de 2022 - 17:21

A companhia voltou a reportar ontem resultados fortes e margens saudáveis, apesar do cenário macroeconômico desafiador

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies