⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2022-09-01T15:04:10-03:00
Flavia Alemi
Flavia Alemi
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pela FIA. Trabalhou na Agência Estado/Broadcast e na S&P Global Platts.
Acabou a festa?

O Itaú (ITUB4) não vai aumentar o percentual de dividendos pagos sobre o lucro aos acionistas, e o CEO explica por quê

Porcentagem do lucro do Itaú distribuído aos acionistas na forma de dividendos já chegou a 90%, mas hoje está em 25%

1 de setembro de 2022
15:04
Milton Maluhy Filho, CEO do Itaú Unibanco (ITUB4)
Milton Maluhy Filho, CEO do Itaú Unibanco - Imagem: Divulgação/Itaú Unibanco

Para quem já viu o Itaú (ITUB4) pagar quase 90% de payout, ou seja, a porcentagem do lucro distribuído aos acionistas em dividendos, a média de 25% dos últimos três anos parece muito baixa.

E, de acordo com Milton Maluhy, CEO do maior banco privado brasileiro, não há intenção de elevar esse percentual no curto e médio prazos. Mas ele defende que a métrica a ser analisada não deveria ser essa.

Antes de explicar por que, primeiro é necessário entrar num assunto um pouco técnico para entender o que mudou no pagamento de dividendos e juros sobre o capital próprio (JCP) do Itaú.

Itaú antes da pandemia

Antes de 2020, ano em que começou a pandemia, o Itaú vinha elevando o nível do payout ano após ano. Segundo Maluhy, o banco estava com capital elevado e, ao analisar as perspectivas para o futuro, não havia projeção de que o crescimento fosse consumir esse capital.

De lá para cá, o Itaú começou a trabalhar com um nível de capital mais próximo do que é definido pelo conselho. Isto significa seguir uma regra que compara o nível de rentabilidade com o crescimento dos ativos ponderados por risco.

Por ativos ponderados por risco, leia-se: crescimento das carteiras de crédito, dos riscos de mercado e dos riscos operacionais.

“Quando a gente percebe que tem um crescimento importante desses ativos ponderados por risco e nosso capital está mais próximo do definido pelo apetite, a gente tende a ir para o payout tão falado”, explicou Maluhy durante o Itaú Day 2022.

Resultados maiores, dividendos também?

Mas, apesar de o payout ter diminuído, o executivo diz que o dividendo que os acionistas de ITUB3 e ITUB4 recebem é maior. E tende a continuar assim porque os resultados do banco também são maiores.

Maluhy defende que, em vez de olhar o percentual do lucro distribuído, é preciso olhar o lucro por ação, além dos dividendos e JCP.

Isto porque ao dividir o total de dividendos pagos por ação em um ano pelo lucro por ação no mesmo período, chega-se a um indicador chamado dividend payout ratio. Ele indica se os dividendos pagos por uma empresa estão alinhados com o lucro.

Empresas que têm altos índices de payout costumam ser vistas como boas pagadoras de dividendos, o que é até verdade. Por outro lado, isso também pode indicar que uma parte muito pequena dos lucros está sendo reinvestida na companhia.

Leia mais:

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Diferença de votos válidos entre Lula (PT) e Bolsonaro (PL) é de 8 pontos, segundo pesquisa CNT/MDA

1 de outubro de 2022 - 8:02

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

ENTREVISTA

Elon Musk não está sozinho: o home office pode acabar com o fim da pandemia, alerta um dos principais gurus de carreiras do mercado

1 de outubro de 2022 - 7:23

A exemplo do dono da Tesla um número cada vez maior de empregadores quer os profissionais de volta ao escritório, afirma o mentor de carreiras e escritor Luciano Santos

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa fecha setembro no azul, o potencial da Weg (WEGE3) e a semana do bitcoin; confira os destaques do dia

30 de setembro de 2022 - 19:19

O último pregão do mês foi também o último antes da definição do primeiro turno das eleições presidenciais de 2022. Apesar disso, levou um tempo até que a política fosse o principal gatilho para os negócios.  Isso porque o debate final entre os candidatos à chefia do Executivo não trouxe grandes mudanças no cenário-base, já […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa fecha setembro no azul por um triz após nova onda do ‘efeito Meirelles’; dólar vai a R$ 5,39

30 de setembro de 2022 - 18:53

O Ibovespa deixou a política parcialmente de lado no último pregão antes do pleito de domingo

Balanço do mês

Os melhores investimentos de setembro: dólar tem a maior alta do mês, e Brasil vai na contramão do mundo com valorização de quase todos os ativos

30 de setembro de 2022 - 18:42

Títulos prefixados vêm logo em seguida, beneficiados pelo fim do ciclo de alta da Selic no Brasil. Veja o ranking completo dos melhores e piores investimentos do mês

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies