Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-06-25T10:28:04-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
no patamar baixo

Confiança do consumidor sobe 1,9 ponto em junho em comparação a maio

Apesar da alta, o índice se mantém em patamar baixo em termos históricos, ponderou a FGV, que diz que a melhora foi determinada pela calibragem das expectativas

25 de junho de 2019
10:20 - atualizado às 10:28
Consumo
O Índice de Situação Atual (ISA) se manteve em 73,4 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE) avançou 3,2 pontos, para 99,7 pontos.Imagem: shutterstock

A confiança do consumidor subiu 1,9 ponto em junho ante maio, na série com ajuste sazonal, informou nesta terça-feira, 25, a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) cresceu a 88,5 pontos. É uma interrupção de uma sequência de quatro quedas consecutivas. Apesar da alta, o índice se mantém em patamar baixo em termos históricos, ponderou a instituição.

Segundo a FGV, a melhora de junho foi determinada pela calibragem das expectativas, que haviam piorado muito entre janeiro e maio, passando de um perfil otimista para pessimista em apenas quatro meses. Agora passam a retratar um perfil neutro.

"Com o mercado de trabalho avançando lentamente, os resultados ainda podem demorar a influenciar significativamente as percepções sobre a economia no momento", avaliou Viviane Seda Bittencourt, Coordenadora da Sondagem do Consumidor no Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

O Índice de Situação Atual (ISA) se manteve em 73,4 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE) avançou 3,2 pontos, para 99,7 pontos.

Grau de satisfação

O componente que mede o grau de satisfação com a economia no momento presente subiu 0,9 ponto, após três meses em queda. Já as avaliações sobre a situação financeira atual das famílias recuaram 0,8 ponto, para 67,4 pontos.

Quanto às perspectivas para os meses seguintes, o item que avalia a situação financeira futura das famílias foi o que mais contribuiu para a alta da confiança no mês, avançando 8,1 pontos, para 99,0 pontos. O ganho, no entanto, não foi o suficiente para compensar a perda acumulada de 20,7 pontos entre janeiro e maio.

O componente que mede o grau de otimismo com a situação econômica futura subiu 3,9 pontos, para 111,9 pontos.

No mês de junho, a confiança aumentou em todas as classes de renda. A alta foi mais acentuada entre as famílias com renda até R$ 2,1 mil mensais, com avanço de 4,0 pontos no mês, após quatro quedas consecutivas. Nas famílias com renda acima de R$ 9,6 mil mensais, houve aumento de 2,5 pontos.

A Sondagem do Consumidor da FGV coletou informações de 1.682 domicílios em sete capitais, com entrevistas entre os dias 1º e 18 de junho.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

seu dinheiro na sua noite

Uma tarde de soluços nos mercados

O preço dos combustíveis, um dos grandes vilões da elevada inflação brasileira, não dá sinais de enfraquecimento. Muito pelo contrário: a passagem do furacão Ida pelo Golfo do México deve seguir impactando a oferta de petróleo por mais alguns meses, o que traz reflexos diretos ao preço da commodity. O Brent fechou em alta pela […]

menos méliuz

Méliuz (CASH3): Truxt reduz participação na companhia

Negociações têm por objetivo investimento e não visam alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da empresa

atenção acionista

Dividendos: Multiplan (MULT3) paga R$ 270 milhões em juros sobre capital próprio

Empresa vai considerar os acionistas inscritos nos registros da companhia no dia 28 de dezembro, dado que as ações de emissão da companhia passaram a ser negociadas “ex juros” a partir de 29 de dezembro

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras dá susto, mas commodities garantem o avanço do Ibovespa; dólar sobe a R$ 5,37

A convovação de uma coletiva de última hora assustou os investidores, mas o Ibovespa retomou o ritmo de alta após a estatal confirmar que não irá mexr nos preços.

acesso bloqueado

Vale (VALE3) faz operação para resgatar 39 funcionários presos em mina no Canadá

De acordo com a empresa, na tarde de domingo (26), uma pá escavadeira que estava sendo transportada no acesso à mina subterrânea se desprendeu, bloqueando o shaft e, com isso, impedindo o meio de transporte dos empregados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies