Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-06-18T14:23:02-03:00
Estadão Conteúdo
vai mexer

Aneel aprova reajuste em distribuidoras do grupo Energisa

Para as unidades consumidoras conectadas à alta tensão, a alta será de 9,48%, enquanto para a baixa tensão o reajuste será de 9,21%

18 de junho de 2019
14:23
Caminhões da Energisa, subsidiária
Energisa, subsidiária - Imagem: Divulgação/Energisa

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, 18, os reajustes para duas distribuidoras do grupo Energisa, a Energisa Nova Friburgo (ENF) e a Energisa Minas Gerais (EMG). Para os consumidores da ENF, a agência determinou um índice médio de aumento de 9,26%. Para as unidades consumidoras conectadas à alta tensão, a alta será de 9,48%, enquanto para a baixa tensão o reajuste será de 9,21%.

Para os consumidores da EMG, o índice de reajuste será de, em média, 6,73%. As unidades consumidoras atendidas em alta tensão observarão aumento médio de 7,41%, enquanto na baixa tensão a elevação é de 6,55%. As novas tarifas passam a vigorar em 22 de junho em ambos os casos.

O órgão regulador explicou que os aumentos foram impulsionados pelos impactos dos componentes financeiros e custos de aquisição de energia. Por outro lado, o pagamento antecipado do empréstimo da Conta ACR contribuiu para reduzir o índice final de reajuste, em 3,53% no caso da ENF e em 3,23% na EMG. A Conta-ACR foi um mecanismo de repasse de recursos às distribuidoras para cobertura dos custos com exposição involuntária no mercado de curto prazo e o despacho de termelétricas entre fevereiro e dezembro de 2014. A quitação antecipada o empréstimo foi anunciado em 20 de março e vem permitindo menores reajustes nas tarifas de todas as distribuidoras do País.

A Energisa Nova Friburgo atende o município de Nova Friburgo (RJ) e fornece energia a 108 mil unidades consumidoras. Já a Energisa Minas Gerais atende 65 municípios mineiros e um no Rio de Janeiro, totalizando 467 mil unidades consumidoras.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

estatal do RS

Privatização da Corsan, com IPO na B3, terá assessoria do BNDES

Primeiro serviço prestado pelo banco deve ser o de fornecer metodologia para seleção das instituições financeiras que coordenarão a abertura de capital

diversificação

Westwing compra Zarpo Viagens, ampliando lifestyle

Empresa adquirida trabalha em parceria com hotéis, resorts, pousadas e companhias aéreas; valor da operação não foi revelado

FECHAMENTO DO DIA

China e Estados Unidos aumentam cautela dos mercados globais e Ibovespa amarga queda de 3%; dólar avança

Apesar da Petrobras ter mais uma vez protagonizado atritos no cenário local, os maiores focos de cautela vieram do exterior e o Ibovespa acompanhou o ritmo

Nova rodada na mesa

Prestes a acabar, auxílio emergencial pode ser novamente prorrogado; entenda

O ministro da Cidadania revelou que outra extensão do benefício é considerada para atender aqueles que ficariam de fora do Auxílio Brasil

Sem correria

‘Comigo não funciona pressão’, avisa relator da Reforma do Imposto de Renda no Senado; veja os próximos passos da proposta

O governo pede pressa pois amarrou a aprovação do projeto ao financiamento do Auxílio Brasil, programa social que substituirá o Bolsa Família

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies