Menu
2019-04-03T17:51:58-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Com desconto no salário

TST define que greve contra privatização pode ser considerada “abusiva”

Para os ministros do TST, as greves não podem ter cunho político, apenas trabalhista; grevistas poderão ter desconto no salário

12 de fevereiro de 2019
10:59 - atualizado às 17:51
Manifestação contra as privatizações
Manifestação contra as privatizações - Imagem: Fábio Motta/Estadão Conteúdo

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu nessa segunda-feira, 11, que greves contra privatização de estatais podem ser consideradas abusivas.

Com a decisão de 4 votos a 2, os ministros entenderam que trabalhadores que pararem por essa razão podem ter seus salários descontados.

Na discussão sobre o tema, os ministros citaram como exemplo a paralisação de funcionários da Eletrobras, que ocorreu em junho do ano passado, quando Temer tentava iniciar os trâmites para privatização. O assunto foi parar no Congresso Nacional e a estatal não foi privatizada.

Sob governo Bolsonaro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, já disse algumas vezes que a privatização será uma das pautas de relevância do governo.

Ainda para os ministros do TST, as greves não podem ter cunho político, apenas trabalhista.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Bilionário imunizado

Adivinha quem já foi vacinado? Bill Gates compartilha foto e diz como se sente após tomar 1ª dose

Fundador da Microsoft compartilhou foto do momento em que era vacinado e enalteceu o trabalho dos cientistas, voluntários e profissionais da saúde que trabalham no combate à pandemia

Início de cobertura

Após queda de 56%, XP revela o que espera das ações da dona da rede de restaurantes Frango Assado e Pizza Hut no Brasil

Os analistas da corretora iniciaram a cobertura das ações da IMC com recomendação neutra e preço-alvo de R$ 4,00, o que indica um potencial de alta de 8%

Private equity

Ações da gestora brasileira Pátria sobem 17% na estreia na Nasdaq após IPO de R$ 3,2 bilhões

A gestora brasileira estreou com um valor de mercado de mais de R$ 15 bilhões e mira mais crescimento, o que poderá envolver aquisições

Uma nova chance?

O que esperar da nova Lei de Falências, que entra em vigor hoje

A reforma na Lei de Falências deve facilitar a recuperação das empresas que ainda são viáveis e tornar mais célere e eficiente a liquidação daquelas que estão condenadas a desaparecer

Aposta na retomada

Goldman Sachs eleva o preço-alvo de ação de locadora de veículos e recomenda compra

Os analistas elevam o preço-alvo para as ações da Localiza (RENT3) de R$ 69,30 para R$ 73,20 e projetam lucro acima do consenso do mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies