Menu
Eduardo Campos
Diário dos 100 dias
Eduardo Campos conta os bastidores do início do governo
2019-01-18T18:55:55-02:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Dia 18

A caixa transparente do BNDES

Dados sobre tomadores, valores, prazos e taxas já estavam abertos desde 2015

18 de janeiro de 2019
18:30 - atualizado às 18:55

O fato político e econômico do dia foi um daqueles grandes casos de “a montanha pariu um rato”. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) teria aberto sua “caixa-preta”, como disse o presidente Jair Bolsonaro na campanha. De fato, o que o BNDES fez foi reorganizar informações já existentes sobre seus principais clientes ou tomadores de empréstimos, facilitando o acesso e permitindo diferentes compilações de dados. Algo relevante, mas "os descalabros" e o "dinheiro fácil para os governos amigos" já estavam lá, para todo mundo ver, desde junho de 2015. Fornecendo farto material para reportagens e campanhas políticas. O presidente disse que “ainda vamos bem mais a fundo”, mas pode ser que esbarre em limitações impostas pela lei do sigilo bancário.

A ala política do governo e o pessoal das redes sociais “fazer barulho” com isso até vai, faz parte do jogo. Mas o que me chamou atenção, mesmo, foi a Petrobras entrar nessa história, com uma nota do seu presidente, Roberto Castello Branco, determinando que a empresa não opere mais com bancos públicos. O motivo alegado é nobre. A empresa tem condições de buscar financiamento de outras fontes. Mas o ponto é que a companhia deve ser gerida visando o melhor resultado possível para seus acionistas. Com fica se o BNDES ou o Banco do Brasil conseguirem, sem recursos públicos, por exemplo, linhas de financiamento em condições melhores? A Petrobras vai recusar? A impressão que fica é de que a estatal misturou negócios com política nessa manifestação, justamente a combinação que quase destruiu a empresas faz poucos anos. No fim do dia, foi assinada a medida provisória de combate a fraudes na Previdência. Economia prevista de R$ 9,8 bilhões no primeiro ano. Aguardemos os tribunais.

Leia aqui todo o Diário dos 100 Dias.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Insights Assimétricos

Alocação entre classes: o jeito certo de ganhar dinheiro

Saber em que tipo de ativo você deve estar, como ações, renda fixa ou fundos imobiliários, é mais importante do que ter um ação ou um título de crédito específico

Fechamento

Dólar sobe, Eletrobras fecha em queda no exterior e ações de tecnologia sustentam alta de índices nos EUA

Renúncia de Ferreira Junior ao cargo de presidente da estatal brasileira afeta confiança dos investidores na privatização; S&P 500 e Nasdaq fecham em alta

SD PREMIUM

Segredos da bolsa: Ata do Copom é destaque em meio à preocupação com covid-19 e cenário fiscal

A queda do EWZ, o principal fundo de índice com ações brasileiras em Nova York, indica uma reabertura no vermelho para o Ibovespa na volta do feriado

Futuro da estatal

‘Temos dentro da Eletrobras profissionais capazes de me suceder’, diz Wilson Ferreira

Após deixar presidência, Wilson Ferreira responde se há conflito de interesse ao se manter no conselho da Eletrobras e, ao mesmo tempo, presidir a BR Distribuidora

Expectativas

Novo presidente da Eletrobras (ELET3) deve dar prioridade à privatização, diz Caio Megale

Após saída de Wilson Ferreira, analista afirma que ‘a privatização da Eletrobras tem sua importância pela sua situação atual e pelo seu grau de maturidade (para ser privatizada)’

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies